Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Suspeito de participar de quadrilha que roubou R$ 1,5 milhão em carros novos em Sorocaba é preso

Postado em: 23/01/2020

Compartilhe esta notícia:

Policiais civis da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Sorocaba prenderam na última terça-feira (21), um dos envolvidos no roubo a uma concessionária da cidade, ocorrido no início do mês.
 
Após investigações, os agentes conseguiram junto à Justiça mandados de prisão e de busca e apreensão contra o criminoso. Ele foi detido em Campinas e levado até a especializada, onde foi reconhecido pessoalmente pela vítima e acabou confessando sua participação no roubo.
 
No dia do crime o vigilante do local foi rendido por criminosos, que fugiram levando 12 veículos. Um carro, utilizado pelos suspeitos, foi apreendido no mesmo dia da ocorrência e periciado, assim como o local do crime, inclusive por meio do sistema Afis, que consiste no confronto de impressões digitais.
 
O caso segue sendo investigado e diligências estão em andamento para deter outros envolvidos e localizar os veículos roubados.
 
O caso

O crime ocorreu no início do mês de janeiro, numa concessionária da Toyota, que fica localizada na região do Além Ponte, em Sorocaba. Ao todo foram roubados o equivalente a R$ 1,5 milhão em carros novos.

Um vídeo recebido com exclusividade pelo Ipa Online flagra o momento em que o grupo de criminosos sai do galpão com os carros roubados. Na filmagem, o último a sair desce do automóvel e fecha o portão da unidade. No total, são 11 veículos novos, todos modelo 2020 e sem placa. São dois Corollas, cinco Hilux e quatro SW4. O preço destes varia de R$ 101 mil a R$ 163 mil. 

Apesar de não haver confirmação de quantos bandidos participaram da ação, ao menos 11 pessoas são suspeitas de ter cometido o crime.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Mulher que pichava prédio perde equilíbrio e cai de altura do quinto andar

Traficantes são presos e mais de 50 quilos de maconha são apreendidos

À Jovem Pan, Doria reforça que feriado "não é momento de lazer": "Hora das pessoas ficarem em casa"; veja vídeo

Maioria com coronavírus na cidade de São Paulo tem até 49 anos

Crespo é indiciado pela Polícia Civil na investigação sobre o falso voluntariado

Romu prende homem que se passava por delegado federal