Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Sorocaba tem a 2ª melhor merenda escolar entre as 10 maiores cidades do Estado, aponta pesquisa

Postado em: 23/04/2019

Compartilhe esta notícia:

O nível de satisfação com a qualidade da merenda escolar da rede municipal de Sorocaba alcançou o 2º lugar no ranking que avalia a qualidade entre as 10 maiores do Estado. Em primeiro lugar, no estudo realizado no primeiro trimestre deste ano, ficou a cidade de São José dos Campos. No último trimestre de 2017 Sorocaba não aparecia nem entre as sete primeiras do Estado.

Os dados são de um levantamento realizado pelo Indicadores de Satisfação dos Serviços Públicos (Indsat). A pesquisa foi feita somente com pais ou responsáveis de alunos das escolas municipais. Esse serviço público, em particular, começou a ser estudado pelo Indsat no 4 trimestre de 2016. A margem de erro das pesquisas realizadas pelo instituto é de 4,8%, sob um intervalo de confiança de 95%. Com 646 pontos obtidos no índice, Sorocaba recebeu “grau médio de satisfação”. Para se ter ideia, Sorocaba está à frente de Santo André, Campinas, Ribeirão Preto, Osasco, São Bernardo do Campo, São Paulo, Guarulhos e Mauá.

Desde que assumiu o governo, o prefeito José Crespo criou uma pasta exclusiva para gerir o contrato e a qualidade da merenda oferecida aos atuais 56.482 alunos, a Secretaria de Abastecimento, Agricultura e Nutrição (Seaban), que tem à frente o secretário Ubirajara Capelari.

Para o prefeito José Crespo, o resultado reflete o trabalho da administração, por meio da Seaban e também da Secretaria de Educação (Sedu), que coloca o aluno no centro das atenções. “Todos os profissionais envolvidos no processo são sérios e têm como objetivo principal a melhoria contínua”, enfatiza, explicando que os cuidados referentes à qualidade na Educação da cidade, englobam tudo, desde a infraestrutura das escolas, passando obviamente pela alimentação ofertada aos estudantes.

Profissionalismo e dedicação

De acordo com o secretário da pasta de Abastecimento, Agricultura e Nutrição (Seaban), Ubirajara Capelari, o aprimoramento do cardápio é resultado do trabalho de nutricionistas que integram a pasta. Algumas das providências que contribuíram para a melhora das refeições servidas foram a substituição de parte dos produtos industrializados por naturais, além da aquisição de alimentos frescos, diretamente do produtor rural. Segundo ele, a alimentação escolar requer vários cuidados e análises dos profissionais. Entre os fatores que requerem atenção especial são, a qualidade dos alimentos, a elaboração do cardápio mensal apropriado a cada faixa etária e também as necessidades específicas e individualizadas dos alunos da rede municipal. “As profissionais nutricionistas sempre levam em consideração a composição e a variação dos cardápios, de acordo com as recomendações do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), por meio do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE)”, completa.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Enquanto EUA contam votos, mundo espera resultado das eleições

Vereadores votam adequação de lei que rege transporte por aplicativo em Sorocaba

Câmara veta PL de Crespo que obrigaria idosos a usar porta da frente em ônibus

Morador de rua é morto após ser esfaqueado e queimado

Senado se prepara para acompanhar debate de reforma na Câmara

Endividado, brasileiro usará 13º salário para poupar e comprar