Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Sorocaba registra 4 novas mortes e mais 41 casos confirmados do novo coronavírus

Agência Sorocaba
Postado em: 22/05/2020

Compartilhe esta notícia:

Mais 41 novos casos do novo coronavírus foram confirmados nesta sexta-feira (22) em Sorocaba. Com isso, a cidade chegou ao total de 618 casos. Deste total, 33 estão internados (16 em UTI) e o total de recuperados e/ou em estado de recuperação atingiu 548. Os óbitos com a confirmação da doença aumentaram de 33 para 37.

A cidade também passou de 133 para 163 pessoas com suspeita de contaminação pelo novo coronavírus e que aguardam resultados. Entre todos os suspeitos, 48 estão internados em hospitais da cidade, sendo 10 em UTI. Os óbitos em investigação aumentaram para quatro. O número de descartados por resultados negativos da doença aumentou para 1.449.

Quatro novas mortes

Também nesta sexta-feira (22), a cidade contabilizou mais quatro mortes por conta da Covid-19. As vítimas foram três homens e uma mulher. O primeiro homem faleceu nesta quinta-feira (21), tinha 30 anos, pneumopatia e era imunodeprimido. Ele estava internado num hospital público de Sorocaba. Já o segundo morreu no dia 12 de maio e era cardiopata, tinha hepatite e pneumopatia. Ele tinha 48 anos e estava internado num hospital na capital paulista.

O terceiro homem tinha 76 anos, era diabético, hipertenso e possuía insuficiência renal. Ele faleceu no dia 15 de maio e estava internado em Votorantim. A quarta vítima do sexo feminino era hipertensa e diabética. Ela tinha 57 anos e faleceu nesta quinta-feira (21) em um hospital público de Sorocaba.

 

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Polícia Rodoviária prende dupla que trazia 400 kg de maconha em carro

Saae realiza remoção de obstáculo para garantir implantação do BRT

Traficante é preso em flagrante no dia de seu aniversário

Prova interfere no trânsito do Alto da Boa Vista, na manhã deste domingo

Manifestantes pró-governo levam cartazes de apoio à Reforma da Previdência no DF

Proposta de taxar seguro-desemprego não deve avançar no Congresso