Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Sorocaba ocupa último lugar em isolamento social comparado a cidades da região

Foto: Agência Sorocaba
Postado em: 22/04/2020

Compartilhe esta notícia:

 


A pesquisa mais recente sobre isolamento social em cidades do estado de São Paulo revelou que Sorocaba ficou em último lugar na questão de quarentena entre os munícipios da região. Os dados são referentes à última segunda-feira (20).


Conforme o Sistema de Monitoramento Inteligente (SIMI-SP) do Governo de São Paulo, Sorocaba registrou o percentual de 48% de isolamento social, sendo que o governo do estado de São Paulo recomenda 70%. 


O sistema mediu dados ainda de outras 6 cidades da Região Metropolitana de Sorocaba, sendo, numa escala de maior para menor percentual de quarentena: Ibiúna (57%), São Roque (54%), Tatuí (53%), Votorantim (52%) e Itapetininga (51%) e, por fim, Itu (49%). No momento, há acesso a dados referentes a 104 cidades maiores de 70 mil habitantes.


Em geral, o estado de SP registrou na última segunda-feira 51% de isolamento social.


A central de inteligência analisa os dados de telefonia móvel para indicar tendências de deslocamento e apontar a eficácia das medidas de isolamento social. Com isso, é possível apontar em quais regiões a adesão à quarentena é maior e em quais as campanhas de conscientização precisam ser intensificadas, inclusive com apoio das prefeituras. 


O SIMI-SP é viabilizado por meio de acordo com as operadoras de telefonia Vivo, Claro, Oi e TIM para que o Estado possa consultar informações agregadas sobre deslocamento nos 645 municípios paulistas.


As informações são aglutinadas e anonimizadas sem desrespeitar a privacidade de cada usuário. Os dados de georreferenciamento servem para aprimorar as medidas de isolamento social para enfrentamento ao coronavírus.

 


Casos de coronavírus em Sorocaba


Nesta terça-feira (21), os números de casos confirmados com a Covid-19 se mantiveram na cidade de Sorocaba em 71. Deste total, 14 estão internados (seis em UTI) e 44 já se encontram recuperados. O número de óbitos confirmados com a doença se manteve em 13.

 

A cidade passou de 197 para 206 pessoas (suspeitos da Covid-19) que aguardam resultados. Entre todos os suspeitos, 54 estão internados em hospitais da cidade, sendo 7 em UTI. Os óbitos em investigação continuam em sete. O número de descartados por resultados negativos da doença aumentou para 355.


Casos de coronavírus no estado

 

Nesta terça-feira (21), o Estado de São Paulo registrou 1.093 mortes pelo novo coronavírus, número cerca de três vezes maior que o verificado há quinze dias. Em 7 de abril, eram 371 mortes.


Já são 97 cidades com pelo menos uma vítima fatal da COVID-19, 136% mais que que duas semanas atrás, quando eram 41 municípios.


Nesse período, houve ainda aumento de 170% no número de infectados. São 15.385 casos confirmados da doença, até o momento, em 239 cidades. No dia 7 de abril, eram 5.682 casos, em 121 municípios.


Há também cerca de 6 mil pacientes, suspeitos e confirmados, internados em UTI e enfermarias de hospitais de SP.


Entre as vítimas fatais, estão 642 homens e 451 mulheres. Os óbitos continuam concentrados em pacientes com 60 anos ou mais, totalizando 77,8% das mortes.

 

Quarentena prorrogada


O Governador João Doria anunciou a extensão da quarentena em todos os 645 municípios do Estado de São Paulo até 10 de maio. A medida mantém o fechamento de comércio e serviços não essenciais para reforçar o isolamento social e reduzir a circulação de pessoas ante o crescimento de casos e de mortes pela COVID-19.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Traficante cai de barranco ao tentar fugir da Guarda Municipal

Laudo do IML aponta que dona de casa foi morta com 25 facadas

Tapiraí registra o primeiro  óbito por COVID-19

Recadastro para clientes de celular pré-pago começa nesta quarta

Retirado projeto que susta regulamento de Crespo sobre transporte por aplicativo

Polícia fecha depósito utilizado para adulteração de milhares de litros de combustíveis