Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Sobrevivente da tragédia aérea da Chape, Rafael Henzel morre após infarto

Postado em: 27/03/2019

Compartilhe esta notícia:

Luiz Cosenzo, FOLHAPRESS

Um dos seis sobreviventes da tragédia aérea da Chapecoense que vitimou 71 pessoas em novembro de 2016, na região de na região de Medellín, o jornalista Rafael Henzel, 45, morreu nesta terça-feira (26) após sofrer um infarto durante uma partida de futebol com os amigos na cidade de Chapecó.

O jornalista foi socorrido após sofrer o mal súbito e levado ao Hospital Regional de Chapecó, mas não resistiu. O narrador costumava jogar futebol com os amigos às terças-feiras.

No acidente aéreo, Henzel teve sete costelas quebradas, pneumonia e lesão no pé direito. Ficou 20 dias internado, dos quais dez na UTI. Após receber alta, voltou a narrar uma partida de futebol menos de 45 dias após o acidente. Na oportunidade, narrou o amistoso entre Chapecoense x Palmeiras.

Além do jornalista, que trabalhava na rádio Oeste Capital FM, os outros sobreviventes do acidente foram o goleiro Jackson Follmann, o zagueiro Neto, o lateral esquerdo/meia Alan Ruschel, além de Erwin Tumiri, técnico da aeronave, e Ximena Suárez, comissária de bordo.

Em 2017, Rafael Henzel lançou o livro “Viva Como se Estivesse de Partida. Na obra, fala sobre o acidente e a mensagem de importância à vida.
Ele deixa o filho, Otávio, e a esposa, Jussara Ersico.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Prefeitura do Rio de Janeiro suspende todos os pagamentos

Cultura, sob Bolsonaro, vive volta da censura, perda de ministério e viés evangélico

Bradesco planeja fechar 10% de suas agências até o fim de 2020

Encontrado: acusado de matar estudante no rio Sorocaba é preso na capital

Total de óbitos confirmados com a Covid-19 chega a 80 em Sorocaba

Carnês do IPTU serão distribuídos em fevereiro; imposto tem reajuste de 4.39%