Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Sindicato acusa demissão em massa e motoristas se recusam a voltar a trabalhar em Sorocaba

Arquivo
Postado em: 24/04/2020

Compartilhe esta notícia:

O Sindicato dos Rodoviários de Sorocaba acusa as empresas Consor e STU de promover demissão em massa de trabalhadores por meio de telegrama nesta sexta-feira (24). Por este motivo, alega o Sindicato, os motoristas se recusam a voltar ao trabalho às 16h e a cidade pode ficar sem transporte público.

De acordo com informações do sindicato, a entidade "está atuando para resolver a situação e restabelecer a operação do transporte, mas a atitude irresponsável das empresas, que não pagaram o salário completo referente ao mês de março, não pagaram adiantamento salarial no dia 20 deste mês e agora tentam demitir por telegrama, só dificulta ainda mais um entendimento".

Veja a nota completa do Sindicato

Neste momento, as empresas CONSOR e STU, de forma totalmente irresponsável e intransigente, estão fazendo demissão em massa por meio de telegrama, diante desse gravíssimo fato os trabalhadores em transportes estão se recusando a retornar à atividade às 16h, como previsto no início do protesto por causa de falta de pagamento de salário. Portanto, é possível que o transporte fique parado em definitivo a partir desta sexta-feira, 24.

O Sindicato dos Rodoviários de Sorocaba e Região está atuando para resolver a situação e restabelecer a operação do transporte, mas a atitude irresponsável das empresas, que não pagaram o salário completo referente ao mês de março, não pagaram adiantamento salarial no dia 20 deste mês e agora tentam demitir por telegrama, só dificulta ainda mais um entendimento.

O Sindicato dos Rodoviários está aguardando um parecer do poder público que, até o presente momento, não apresentou uma posição sobre como resolver a situação da falta de pagamento e, agora, mais grave ainda, das demissões por telegrama.

Se permanecer esse quadro, repetimos, existe a grande possibilidade da operação do transporte ficar paralisada por tempo indeterminado a partir desta sexta-feira, 24.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Nelson Teich recusa convite para ser conselheiro do Ministério da Saúde

SSP: região de Sorocaba tem alta em ocorrências de estupro e reduz homicídios

Preço do quilo em self service varia quase 20% entre regiões de SP

“Gangue do estepe” é presa; imagens mostram bando arrebentando portão

Cachorro cuida de "amigo" com as duas patas fraturadas durante temporal em Sorocaba

STF já tem 4 votos para enquadrar homofobia na lei dos crimes de racismo