Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Sem apresentar provas, Bolsonaro diz desconfiar do número de vítimas do coronavírus em SP

Marcos Corrêa/PR
Postado em: 27/03/2020

Compartilhe esta notícia:

Daniel Carvalho e Ricardo Della Colletta, Folhapress

Em meio a um embate com o governador João Doria (PSDB), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse na tarde desta sexta-feira (27) que não acredita nos números de casos de coronavírus no estado de São Paulo. Para ele, os números podem estar superdimensionados.

O número de óbitos relacionados ao novo coronavírus no estado de São Paulo cresceu 209 % em cinco dias, segundo balanço da Secretaria da Saúde divulgados nesta sexta-feira. No último domingo (22), o estado registrava 22 mortes, contra 68 agora.

"Está muito grande para São Paulo. Tem que ver isso aí", disse o presidente em entrevista ao apresentador José Luiz Datena, da TV Bandeirantes. O jornalistas insistiu no questionamento, indagando se ele não acreditava nos dados de São Paulo. "Não estou acreditando", afirmou Bolsonaro.

O presidente também foi questionado sobre os resultados de seus testes de coronavírus. Bolsonaro disse que ambos tiveram resultado negativo, mas nunca apresentou o comprovante do laboratório.

Bolsonaro afirmou que, por precaução, seus exames são feitos com o nome dele em código. "Se mostrar os códigos vai parecer que é mentira", disse o presidente.

Em outro momento da entrevista, Datena perguntou se Bolsonaro seria capaz de dar um golpe. "Quem quer dar o golpe jamais vai falar que quer dar", respondeu o presidente, ao negar qualquer tipo de iniciativa nesse sentido.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

"Nosso barco pode estar indo para um iceberg", diz presidente em vídeo

Presidenciáveis arrecadaram R$ 109,8 milhões, mostra TSE

Trump oferece ajuda ao Brasil para impedir queimadas

Motorista de aplicativo é preso por entregar drogas em Sorocaba e Itapetininga

Congresso aprova base do Orçamento de 2021 com salário mínimo de R$ 1.088 e rombo de R$ 247 bi

Traficante ‘dá bandeira’ e trio é preso com porções de cocaína, crack e pé de maconha