Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Secretário da Educação não comparece em audiência pública e será convocado

Postado em: 24/10/2018

Compartilhe esta notícia:

Com o tema “A Gestão Compartilhada na Educação Pública do Município”, a audiência pública que seria realizada na noite de terça-feira (23) por iniciativa da vereadora Iara Bernardi (PT), no plenário da Câmara Municipal de Sorocaba, acabou sendo cancelada, devido à recusa do secretário municipal de Educação, André Gomes, em participar do evento. Promovida pela vereadora em parceria com o Conselho Municipal de Educação, a audiência contou com a presença de professores, auxiliares de educação, demais servidores e pais de alunos.

Para justificar seu não comparecimento à audiência, o secretário André Gomes gravou um vídeo afirmando que a população precisa de um debate técnico sobre a gestão compartilhada e que as audiências públicas promovidas pela Câmara Municipal “deixaram de ser técnicas e se tornaram cenários de discussão político-partidária”. Disse que sua pasta está iniciando um “trabalho de esclarecimento público sobre a gestão compartilhada” e que já foi agendada uma reunião técnica com o Conselho Municipal de Educação na próxima sexta-feira, 26. “Em seguida, faremos uma apresentação técnica para a Comissão de Educação da Câmara e para o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais”, afirmou o secretário.

Esse fato indignou a vereadora Iara Bernardi, que havia marcado a audiência pública: “Considero um desrespeito com a Câmara o não comparecimento do secretário” – afirmou a vereadora, adiantando que o secretário será convocado a se explicar na Câmara Municipal. “A Câmara, os professores e as demais instituições envolvidas, como o Conselho Municipal de Educação, não são convidados para conhecer e debater o projeto, entretanto esse projeto já está sendo apresentado à imprensa. São dois projetos muito impactantes: o apostilamento, que custa muito caro, perto de R$ 12 milhões, enquanto a Prefeitura diz que não tem dinheiro para nada, e a contratação de entidades sociais para fazer a gestão compartilhada, sem que saibamos como será esse processo”, afirmou Iara Bernardi.

Também a vereadora Fernanda Garcia (PSOL) foi taxativa: “O secretário se mostrou irresponsável. Muitos servidores se sacrificaram para vir à audiência, enquanto o secretário, que já havia se comprometido a vir, não veio, deixando todos frustrados. O secretário André Gomes diz que quer diálogo com a categoria, mas ninguém sabe como será a gestão compartilhada, porque ele tem medo de debater com os professores, foge dos debates”. Defendendo a contratação de mais profissionais de educação, por entender que essas contratações não extrapolam os limites da Lei de Responsabilidade Fiscal, a vereadora criticou o prefeito José Crespo, afirmando que suas decisões “são tomadas de cima para baixo, como a decisão de implantar a gestão compartilhada sem a mínima discussão com os servidores”.

O presidente do Conselho Municipal de Educação, Alexandre da Silva Simões, também lamentou a decisão do secretário de não comparecer à audiência: “Sem a presença do secretário e sem que ele tenha indicado alguém para representá-lo, para tirar as dúvidas dos presentes e da população, fica ineficaz a audiência”. O presidente do conselho foi enfático: “Estamos bastante desapontados, porque o esclarecimento é necessário. Qualquer munícipe que paga seus impostos tem o direito de saber como o dinheiro da população está sendo investido e o que se pode esperar da educação nos próximos anos. Esse debate precisa acontecer e vamos usar todos os meios institucionais para ele ocorra e a população possa ser esclarecida”.

O vereador Engenheiro José Francisco Martinez (PSDB) também defende o debate da questão: “Como o professor André Gomes se propôs a explicar a gestão compartilhada, nós podemos convocá-lo e irá virá. Além disso, ele pode comparecer às reuniões da Comissão de Justiça, que acontecem toda a segunda-feira, às 10 horas. Quase todos os secretários já passaram por essa comissão explicando o que vão fazer. Temos também a Comissão de Educação e de Finanças, que também podem ouvir as explicações do secretário” – afirmou.

No requerimento em que havia solicitado a audiência pública, a vereadora Iara Bernardi observa que, em 18 de junho de 2018, o ex-secretário de educação Mario Bastos, durante a reunião da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara, falou da possibilidade de adaptar dez prédios da Oficina do Saber e transformá-los em creches, as quais seriam administradas por Organizações Sociais sem fins lucrativos. Já na edição de 1º de outubro deste ano, o Jornal do Município publicou o Edital de Chamamento (SEDU 03/2018), para Organizações Sociais interessadas em participar do modelo de gestão compartilhada para a educação infantil em Sorocaba. Diante desses fatos, a vereadora observa que vários secretários de Educação já passaram pela pasta, mas ninguém foi capaz de explicar, de forma convincente, a proposta de gestão compartilhada da educação municipal.

A Secretaria da Educação informou que o não comparecimento se dá em virtude das duas últimas audiências públicas se tornarem uma discussão de viés político/ideológico em vez de um debate técnico a respeito dos temas.

Para a divulgação da Gestão Compartilhada na Educação Municipal, a Sedu realizou uma entrevista coletiva à imprensa nesta manhã de quarta-feira (24) e convidou o Conselho Municipal da Educação e na sequência convidará Sindicato dos Servidores Públicos Municipais para uma reunião a fim de discutir o tema de maneira técnica. A Sedu também agendará visitas às escolas para explicar todos os detalhes sobre a Gestão Compartilhada.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

TST marca julgamento da greve dos funcionários dos Correios

Polícia investiga furto praticado por grupo conhecido como ‘gangue da marcha ré’

Jaqueline sanciona Programa de Pagamentos de Débitos Municipais

Desentendimento entre vizinhos deixa um morto e dois feridos, entre eles um PM

Prazo para justificar ausência no 2° turno termina nesta quinta-feira

Crespo decide cancelar Fala Bairro que seria realizado neste sábado na Zona Oeste