Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Secretário da Cultura pede exoneração após ‘Casa de Papel’

Postado em: 09/04/2019

Compartilhe esta notícia:

O secretário da Cultura de Sorocaba, Werinton Kermes, pediu exoneração do cargo no início da tarde desta terça-feira (9). A informação, obtida pelo IPA Online junto a fontes do Executivo, deve ser confirmada nas próximas horas. Ele é o primeiro dos investigados pela Operação “Casa de Papel” a deixar o governo de José Crespo (DEM). O ato oficial deve ser publicado na edição desta terça-feira (9) da imprensa oficial.

A Comissão Especial da Câmara Municipal, que acompanha as investigações, vai pedir o afastamento dos outros dois secretários municipais investigados, Hudson Zuliani (Licitações e Contratos) e Eloy de Oliveira (Comunicação e Eventos). O pedido já foi protocolado na Prefeitura, segundo o presidente da Comissão, vereador Anselmo Neto, e também será apresentado ao delegado seccional, Marcelo Carriel. A comissão reivindicou também a suspensão de todos os contratos e pagamentos às empresas envolvidas.

width=605

Kermes foi o primeiro secretário a chegar para prestar depoimento ontem, na Delegacia Seccional. Num primeiro momento, ele tentou desviar da imprensa, mas acabou cedendo e conversou com jornalistas por cerca de 15 minutos. Visivelmente abalado e com lágrimas nos olhos, o chefe da Cultura se defendeu e disse que os contratos de sua secretaria são de responsabilidade de Hudson Zuliani [secretário de Licitações]. “É uma situação que eu nunca vivi”, disse, com a voz trêmula de choro.

Werinton disse ainda estar desestimulado. “Pela forma com que o governo é tratado. Com que as coisas vêm se dando, desnecessários. Se formos pensar em tudo isso é de uma pessoa que faz parte, estava, lá. Ainda acho, com toda a modéstia, quem perde é uma das pastas mais frágeis, que é a da Cultura. Quem perde é a cidade, a periferia”. Ele aproveitou para negar qualquer irregularidade. “Estou tranquilo quanto a isso. não tem, não existe. A secretaria de Cultura não determina que empresa A, empresa B, preste serviço”.

Compartilhe: