Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Secretaria de Saúde do Rio confirma 2º caso do novo coronavírus no estado

Agência Brasil
Postado em: 07/03/2020

Compartilhe esta notícia:

Folhapress

A Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro confirmou na madrugada deste sábado (7) o segundo caso do novo coronavírus no estado. A paciente, de 52 anos, é moradora da cidade do Rio de Janeiro e apresentava sintomas de quadro viral desde o retorno de viagem à Itália, na última quarta-feira (4).

No mesmo dia, ela deu entrada em uma unidade de saúde particular apresentando febre, tosse, congestão nasal e conjuntivite. Agora, a paciente, que mora sozinha, está em isolamento domiciliar.

Outras três pessoas que a acompanharam na viagem estão sendo monitoradas pela secretaria  em parceria com a Vigilância Municipal.

Com o novo caso, chegam a 14 o número de pacientes com covid-19 no Brasil. Nesta sexta (6), o Ministério da Saúde havia confirmado 13 casos da doença: um no Rio de Janeiro, dez em São Paulo, um na Bahia e um no Espírito Santo.

"É importante destacar que continuamos sem transmissão ativa do vírus no Rio de Janeiro. Os dois casos confirmados até agora são importados do exterior. Permanecemos no Nível Zero do nosso plano de contingência e não há razão para pânico. Os cuidados devem permanecer os mesmos que tomamos para a gripe", afirma o secretário estadual da Saúde, Edmar Santos.

Além dos dois casos confirmados, há outros 112 que estão sendo monitorados pela secretaria no estado.
No Brasil, segundo dados do Ministério da Saúde de sexta, o número de casos monitorados é de 768. Outros 480 casos já tiveram a suspeita descartada.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Medicamentos vencidos e insumos hospitalares são apreendidos em Sorocaba

Começam as inscrições para mais de 300 vagas em cursos gratuitos na Fundec

Patrulha Ambiental resgata cão abandonado e desnutrido há 15 dias

Seis mortes pela Covid-19 são registradas em Sorocaba nesta segunda-feira

Coronel Aleksander Lacerda é o novo comandante do CPI-7 da PM

América Latina é o epicentro da pandemia, e Brasil é país mais preocupante, diz OMS