Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Saae diz estar no limite da capacidade de tratar água e alerta sobre estiagem

Postado em: 19/10/2019

Compartilhe esta notícia:

O Serviço Autônomo de Água e Esgoto, o Saae, afirmou estar no limite da capacidade de produção de água tratada para Sorocaba. De acordo com o diretor-geral da autarquia, Mauri Pongitor, o Saae produz 2,5 mil litros por segundo de água tratada.

 

O diretor disse que esse volume é suficiente para abastecer a cidade com tranquilidade em situações de consumo normal. Pongitor voltou a frisar que, nos últimos dias, o consumo de água aumentou, afetando especialmente as áreas mais altas. Bairros da cidade têm enfrentado problemas de abastecimento.

 

A situação das represas do Ferraz e Castelinho também é uma preocupação, segundo o diretor do Saae, principalmente por conta da falta de chuvas regulares. A autarquia declarou que a última chuva consistente ocorreu há três meses e o consumo só aumentou.

 

Nesta sexta-feira, o Saae fez alertas para possíveis problemas de abastecimento nas regiões do Cajuru, Iporanga Dois, Vila Haro e em catorze bairros atendidos pelos reservatórios Vila Barão e Terra Vermelha.

 

A situação das represas do Ferraz e Castelinho também é uma preocupação do diretor do Saae, principalmente por conta da falta de chuvas regulares. “Já são três meses desde a última chuva consistente. Em meados de julho tivemos uma chuva de 89 mm e mais nada. Só que o consumo, ou seja, a retirada de água bruta das represas, foi mantido e até aumentou por conta da demanda maior”, relatou Mauri, revelando preocupação.

 

Alertas pontuais diários

 

O diretor geral do Saae falou também da iniciativa da autarquia, em parceria com a Secretaria de Comunicação e Eventos da Prefeitura, de usar as redes sociais oficiais para lançar postagens de alerta sobre a tendência de desabastecimento de bairros ao longo do dia. “Conseguimos identificar essa tendência com alguma antecedência (entre uma hora e uma hora e meia) e providenciamos imediatamente a postagem desse alerta, exatamente para que as pessoas possam se precaver e, principalmente, colaborar evitando toda forma de desperdício de água. É uma prestação de serviço à população, que também disponibilizamos para a imprensa para que ela nos auxilie no trabalho de a informação chegar à população”, finalizou Mauri Pongitor.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Em caráter educativo, Zona Azul inicia em Votorantim nesta segunda-feira

Médico com coronavírus no RJ está em estado gravíssimo

Médica é a primeira pessoa a receber vacina contra a Covid-19 em SP: ‘Injeção de ânimo’

Detido pela GCM por tráfico de drogas é reincidente 20 dias após sair da cadeia

PM detém quatro pessoas que estavam em posse de quase 3 mil cartões magnéticos

Barreiras sanitárias continuam ocorrendo em avenidas de Sorocaba até segunda