Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Rejeitado projeto que mudava a forma do servidor municipal receber licença-prêmio

Postado em: 27/09/2018

Compartilhe esta notícia:

Por Cida Muniz

Os vereadores, durante as sessões extraordinárias da Câmara Municipal de Sorocaba, rejeitam por 19 votos a zero, após a muita discussão, o projeto do Executivo que mudava a forma de pagamento da licença-prêmio para os servidores públicos municipais.

A galeria da Câmara ficou lotada de servidores de todas as áreas que pediam a rejeição do projeto. O vereador Irineu Toledo (PRB), líder do governo Crespo, ocupou a tribuna e teve dificuldade para discursar, em razão do protesto dos servidores.

width=1040
Fotos: Cida Muniz

A população que estava na galeria chegou a virar as costas para a tribuna quando o vereador Irineu discursava. Ele chegou a dizer que era a favor da licença-prêmio, desde que o funcionário gozasse em descanso. Nesse ponto ele foi vaiado. O republicano destacou que não era a favor do projeto, porque os que trabalham de forma correta seriam prejudicados.

Um dos principais pontos que o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais era contra a esse projeto, inclusive com o presidente da entidade Salatiel Hergesel, é que se o servidor faltar um dia além das faltas abonadas, perderá a licença prêmio.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Isolamento social em Sorocaba continua abaixo do esperado pelo governo de SP

Bolsonaro diz que governo editou resolução que zera imposto de importação sobre armas

Presidente da China insinua que país não se curvará aos Estados Unidos

Mega-Sena acumula; próximo sorteio deve pagar R$ 6,6 milhões

Brasília e Armando Ponce: 50 anos de mãos dadas - veja a coluna semanal de Vanderlei Testa

Incêndio na boate Kiss completa oito anos sem julgamento dos réus