Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Região de Sorocaba deve regredir para a Fase Vermelha em novo anúncio de Doria

Postado em: 03/03/2021

Compartilhe esta notícia:

A região de Sorocaba deve regredir novamente para a Fase Vermelha com um novo anúncio do governador João Doria, previsto para ocorrer durante coletiva nesta quarta-feira (3). 

 

O principal motivo para a volta à fase mais restritiva do Plano São Paulo é a alta taxa de ocupação de leitos de pacientes covid-19 em todo o estado de São Paulo, assim como o aumento de contágios e mortes pela doença. 

 

Sorocaba está atualmente na Fase Laranja. Nesta etapa, o funcionamento dos serviços não essenciais é limitado a até oito horas diárias, com atendimento presencial máximo de 40% da capacidade e encerramento às 20h. O consumo local em bares está totalmente proibido. Mais de 70% da população do Estado está na fase laranja. 

 

Já na Fase Vermelha, de restrição máxima, só há funcionamento normal de farmácias, mercados, padarias, lojas de conveniência, bancas de jornal, postos de combustíveis, lavanderias e hotelaria. Já os comércios e serviços não essenciais só podem atender em esquema de retirada na porta, drive-thru e entregas por telefone ou aplicativos.

 

Na tarde dessa última terça-feira (2), o Governador João Doria coordenou uma videoconferência com mais de 600 Prefeitos para debater novas ações conjuntas de enfrentamento ao coronavírus. O recrudescimento da pandemia levou o Governo de São Paulo e as Prefeituras a um alinhamento para a eventual aplicação de medidas mais restritivas em todos os 645 municípios do estado.


“O momento é de união e mobilização diante de uma circunstância gravíssima como essa. As duas piores semanas desde o início da pandemia estão por vir, nós temos que estar preparados. Não podemos estar ausentes, indiferentes, tratarmos isso com frieza ou debaixo de pressões que não sejam exclusivamente pela proteção à vida”, disse Doria.


O Governador reforçou que a situação atual no estado é alarmante e que Estado e Prefeituras precisam de ações coordenadas para preservar vidas e reduzir a pressão sobre a capacidade hospitalar do SUS e também de hospitais privados.


“Esta é a prioridade absoluta em SP. Queremos mostrar a todos a situação real e as ações que precisamos tomar agora em conjunto com as Prefeituras”, afirmou Doria.


O Governo do Estado reforçou aos Prefeitos que São Paulo possui 7.415 pacientes internados em UTIs, número recorde desde o início da pandemia. “Se não aplicarmos medidas mais restritivas, teremos onze dias até um colapso em nosso sistema de atendimento hospitalar”, disse o Secretário da Saúde.


“O cenário é alarmante e exige uma ação pronta e unificada de todos nós. Situação é preocupante em todas as regiões, com maior gravidade no interior”, acrescentou o Secretário de Desenvolvimento Regional.


Mortes e contágios ao dia por covid-19 aumentam em 2021 em Sorocaba

A covid-19 matou 184 pessoas nos meses de janeiro e fevereiro deste ano de 2021 em Sorocaba. Os dados foram retirados do boletim epidemiológico que a prefeitura divulga diariamente. 

Se comparado com os dois últimos meses de 2020, esse número de 2021 representa um saldo de 58 mortes a mais. 

Conforme os boletins, em janeiro foram 76 mortes pela doença. Já em fevereiro este número aumentou para 108 óbitos. O número de óbitos é equivalente a 3,11/dia. Os casos confirmados totais nestes dois meses foi de 9.208, o que equivale a 156 contagiados/dia. 

Se comparados estes dados aos dois últimos meses de 2020 - novembro e dezembro, é notável que tanto o número de mortes quanto o de contagiados aumentou em 2021. 

Juntos, novembro e dezembro de 2020 registraram 124 mortos, equivalente a 2,03 óbitos/dia. Já o número de casos confirmados nesse período foi de 6.253, o que equivale a 102 contagiados diariamente. 

Vale ressaltar que há um saldo menor de três dias em 2021 para o comparativo, pois o calendário de fevereiro vai até o dia 28. Mesmo assim, a taxa de mortalidade e de contágio é maior neste ano. Somados, janeiro e fevereiro possuem 59 dias e novembro e dezembro 61.

Mortes por mês

Novembro/2020 - 52
Dezembro/2020 - 72
Janeiro/2021 - 76
Fevereiro/2021 - 108

Casos confirmados por mês

Novembro/2020 - 2.571
Dezembro/2020 - 
3.682
Janeiro/2021 -  5.176
Fevereiro/2021 - 4.032


Manga anuncia aumento de número de leitos

O prefeito de Sorocaba, Rodrigo Manga, anunciou, na tarde desta terça-feira (2), que a cidade contará com mais 73 novos leitos Covid. A ampliação tem como objetivo dar retaguarda de assistência à população e evitar que nenhum sorocabano fique sem o atendimento para combater a Covid-19.

A ação foi anunciada em coletiva de imprensa, no sexto andar do Paço Municipal, com a presença do secretário da Saúde, Vinicius Rodrigues, e dos vereadores Cristiano Passos, Fausto Peres e João Donizeti.


Na ocasião, foi explicado que, diante do aumento de novas internações e casos da Covid-19 em todo o país, a Prefeitura de Sorocaba precisou agir de forma ágil, com a ampliação de leitos. Neste primeiro momento, a estrutura predial da Unidade Básica de Saúde (UBS) São Guilherme se transformará no Centro de Estabilização Covid, já nesta quarta-feira (3), com 20 leitos, sendo três de Suporte Ventilatório Avançado e o restante, clínicos.


Nesta quinta-feira (4), haverá a ampliação de mais 20 leitos Covid, chegando ao total de 40. Após 20 dias, o Centro de Estabilização terá um total de 60 leitos para atender os acometidos com a doença. Deste total de leitos, 23 serão de Suporte Ventilatório Avançado para atender casos mais complexos e os demais, clínicos.


Em paralelo, até sexta-feira (5), a Prefeitura de Sorocaba fechará contrato com o Hospital Amhemed de Sorocaba, para a aquisição de mais 13 leitos Covid, sendo 10 clínicos e três de UTI. “Quando assumimos a gestão, em janeiro deste ano, nos deparamos com uma cidade que tinha 100% de ocupação da UTI Covid e, imediatamente, contratamos com a Santa Casa 15 leitos. Agora, mais uma vez, tomamos essas medidas rápidas, para garantir o atendimento à população. Continuaremos lutando pela saúde dos sorocabanos”, ressalta o prefeito Rodrigo Manga.


O secretário da Saúde, Dr. Vinicius Rodrigues, informa que os atendimentos da UBS São Guilherme serão remanejados para as UBSs mais próximas, sem que haja qualquer prejuízo à população. “Os atendimentos que já estavam agendados serão todos assistidos”, afirma.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Quadro de saúde do candidato Jair Bolsonaro é estável

Governo monitora 150 pessoas que tiveram contato com sorocabano morto em decorrência de febre hemorrágica

Prefeitura usa redes oficiais para denunciar ‘suposto’ ataque à página de Crespo

Entidades acusam Jaqueline de ter montado comitê fake sobre retomada econômica

Idosos com dificuldade de locomoção são vacinados dentro dos carros em Sorocaba

Saae-Sorocaba busca justiça tarifária com troca de hidrômetros