Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Procon notifica postos de gasolina quanto a redução de preço da Petrobrás

Postado em: 29/11/2018

Compartilhe esta notícia:

Nesta semana o PROCON Sorocaba, órgão ligado a Secretaria de Gabinete Central (SGC), da Prefeitura de Sorocaba, notificou todos os postos de gasolina da cidade para apresentação de documentos.

Esta ação acontece devido a prática abusiva de alguns postos de cidade, que, mesmo após a Petrobrás anunciar inúmeras reduções no valor da gasolina nas refinarias, verificou-se que alguns deles não baixaram o preço do combustível.

Em análise junto ao site da Petrobrás, verificou-se que desde o início de outubro, até esta quinta-feira (29), houve uma redução do preço médio da gasolina às distribuidoras de aproximadamente 36%, sem tributos.

Segundo o superintendente do PROCON Sorocaba, Laerte Molleta, o que ocorre é que essa redução de preço não chega aos consumidores e não chega nas bombas. “Mas, nota-se que quando ocorre o contrário, aumenta o valor da gasolina nas distribuidoras, essa diferença é imediatamente repassada aos consumidores”, disse Laerte.

As reclamações podem ser realizadas pessoalmente nas unidades de atendimento do orgão, já as denúncias podem ser registradas pelo aplicativo do orgão, disponível para celulares IOS ou Android, pessoalmente nas Casas do Cidadão, pelo telefone 151 ou pela Central de Atendimento 156.

O PROCON Sorocaba está localizado na Av. Antonio Carlos Comitre, altura do nº 331, Campolim (Zona Sul), e nas Casas do Cidadão do Ipanema, Ipiranga, Nogueira Padilha, Brigadeiro Tobias e Paço Municipal

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Casal é preso por tráfico de entorpecentes próximo de escola infantil na Zona Norte

Os melhores filmes da década

Estudo aponta queda na disseminação de notícias falsas no Facebook

Reunião define detalhes de ferramenta virtual contra crimes cometidos no trânsito

Câmera flagra trio fugindo após matar metalúrgico durante tentativa de assalto

Se Amazônia virasse pasto, quantia de chuva e temperatura mudariam