Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Procon e Urbes dão dicas no momento de contratar serviço de transporte escolar

Agência Sorocaba
Postado em: 11/01/2020

Compartilhe esta notícia:

Com a rotina corrida, levar as crianças e adolescentes para a escola, pode se tornar uma preocupação a mais para os pais ou responsáveis. Para solucionar o problema, uma das opções encontradas é a contratação de um serviço de transporte escolar. Porém, a escolha desse tipo de serviço precisa de uma atenção especial.

Pensando nisso, o Procon Sorocaba e a Urbes trazem orientações sobre os cuidados necessários para a contratação de um serviço de boa qualidade.

Antes de tudo, é importante verificar se tanto o veículo quanto o motorista estão credenciados na prefeitura e possuem alvará da Urbes e selo no para-brisa vigente, esses documentos são obtidos após vistoria veicular feita em parceria com o Detran Sorocaba, garantindo assim, que o condutor é cadastrado na Urbes e possui capacitação para a condução do veículo, atendendo os requisitos de segurança. Ele também deve apresentar certificado de treinamento para transporte de crianças com deficiência e mobilidade reduzida.

Além disso, o transporte escolar – que pode ser feito por profissionais autônomos, empresas ou escolas – deve ser credenciado no estabelecimento de ensino. Caso a escola tenha um transporte próprio ou convênio com algum motorista ou empresa, ele deve ser optativo.

Antes de contratar

– Antes de fechar negócio, busque recomendações. Pode ser tanto com pessoas que já utilizam o serviço ou até mesmo por meio do sindicato dos transportadores ou o Detran. A Urbes também disponibiliza o aplicativo “Urbes Escolar”, onde é possível pesquisar as vans escolares regulamentadas no município

– Observe como o motorista recepciona as crianças na porta da escola

– Analise as condições do veículo na questão da segurança, higiene e conforto

– Certifique-se de que o veículo tenha cinto de segurança para todos os ocupantes e do limite de abertura das janelas (não devem abrir mais de 10 centímetros)

– Verifique se há outro adulto, além do condutor, fazendo o acompanhamento das crianças

– Cheque como é feita a cobrança dos serviços (anual, mensal, cobrança no período de férias, etc) e pergunte se o serviço pode ser realizado fora dos meses letivos (caso o aluno fique em recuperação, por exemplo)

– Negocie! Questione se há descontos caso tenha mais de uma criança saindo do mesmo endereço, no caso de irmãos

– Solicite o contato do condutor e/ou do acompanhante, se houver, para uma eventual necessidade de contato durante o percurso

No ato da contratação

Ao ler o contrato, é preciso verificar se todas as informações do serviço estão contidas no documento.

De acordo com o superintendente do Procon Sorocaba, Carlos Rocco Jr., é preciso constar no contrato, por escrito, tudo o que foi combinado entre as partes “principalmente a identificação e o telefone, bem como as condições gerais do contrato, o período de vigência, horário e endereço de saída e chegada, valor do serviço, data e forma de pagamento, índice e forma de reajuste, percentual de multas e encargos por atraso no pagamento e condições para rescisão antecipada”, enumerou.

Rocco destaca também que a possibilidade de desconto proporcional no preço do serviço caso o aluno falte, é algo a ser combinado “mas se houver algum problema com o condutor ou com o veículo, o serviço deverá ser prestado por meio de outra condução ou motorista, seguindo as mesmas normas de segurança”, finalizou.

Serviço

Caso o cidadão tenha algum problema nas relações de consumo, o Procon Sorocaba recebe denúncias por meio do site: http://procon.sorocaba.sp.gov.br/denuncia/ , pelo aplicativo “Procon Sorocaba”, pelo telefone 151 ou presencialmente na sede administrativa e unidades da Casa do Cidadão nos endereços e horários listados neste link: http://procon.sorocaba.sp.gov.br/atendimento/

Já para orientações em relação a pesquisa dos condutores, o contato da Urbes é pelo telefone (15) 3331.5000 ou pelo site: https://www.urbes.com.br/fale-conosco . A pesquisa também pode ser feita baixando o aplicativo “Urbes Escolar”, de forma gratuita.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Deputado de SP que apalpou colega diz não saber do que é acusado e contesta processo do partido

Motorista de aplicativo é preso suspeito de trabalhar para o tráfico de drogas

"Poderia ter queimado, seria a melhor coisa", diz coronel à Ipa FM sobre quadro quebrado em mostra

Idosa fica ferida após ser derrubada durante roubo na Zona Norte

Depois de quase dois anos de tratativas, enfim PAT vai descentralizar atividades para as Casas do Cidadão

Nos Emirados, Bolsonaro diz que PSL é como gêmeo xifópago e melhor solução é se separar