Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Primeiro autosserviço do Brasil em Sorocaba - veja a coluna semanal de Vanderlei Testa

Foto: Julio Correa/Facebook “Lembranças Sorocabanas​“
Postado em: 02/05/2020

Compartilhe esta notícia:

Por Vanderlei Testa

 

Uma prosa com amigos para relembrar histórias. Foi lá que conversei com o Paulo Alcoléa, Fernando Soranz e Carlos Alberto Leite Ferreira. O papo começou sobre uma lembrança de quando eu era garoto e ia comprar arroz no “Armazém dos Rosa”. Ficava no começo da Rua Cel. Nogueira Padilha.

 

Por incrível que pareça o Paulo abriu os arquivos de fotos do seu celular e mostrou uma imagem da década de 60 desse comércio varejista do bairro Além Ponte. Lá estavam os pequenos caminhões na frente de um dos primeiros supermercados de Sorocaba.

 

Destaco que o criador do sistema autosserviço em armazém no Brasil foi o sorocabano Freitas Junior, na Rua Barão do Rio Branco. Nas lembranças da conversa em meio a garfadas de pizzas antes do Covid 19 deixarem todos sem ir a pizzarias, surgiu os nomes dos empreendedores Cândido Rosa Ferreira, José Rosa Batista Ferreira, Joaquim José Batista Ferreira, João Francisco Rosa e José Francisco Rosa. Eles foram os pioneiros proprietários do “Armazém dos Rosa.

 

O sucesso do autosserviço na cidade fez aumentar o negócio da família com as novas lojas para a Rua Sete de Setembro, Rua Dr. Braguinha e Rua Hermelino Matarazzo. Com o passar do tempo, porém, cada um dos irmãos Rosa foi deixando este mundo e o armazémacabou. Os filhos e netos abriram seus próprios empreendimentos e hoje cada um segue sua vida profissional.

 

Lembro que nos anos 70 através do Ronaldo Antunes Ferreira, filho do José Rosa e colega de classe na faculdade, pude estar junto a essa família numerosa de comerciantes em eventos de confraternização em suas chácaras. Esses empresários de nacionalidade portuguesa possibilitaram muitos empregos à população sorocabana.

 

O Carlos Alberto “Beto” lembrava que não tinha saquinhos de papel para embrulhar o sal e o açúcar. Com uma folha na mão mostrou como fazia a embalagem ha 40 anos, enrolando o papel com as pontas dos dedos. Os produtos eram vendidos tudo a granel. Ficavam em sacos de 60 quilos como: arroz, feijão, açúcar, sal, milho, farinha e os alimentos mais básicos. Naquela época tinha até alfafa para vender no armazém relembrou o filho do Cândido Rosa.

 

Nestes anos da modernidade onde vemos 2020 passar na história de Sorocaba com oito shoppings e grandes hipermercados ficamos a meditar na importância de quem acredita no futuro. Os irmãos Rosa acreditaram. E semeou essa inovação com a ideia da ousadia da invenção do saudoso sorocabano Freiras Junior. Todos os supermercados no Brasil que adotaram o sistema de autosserviço desconhecem que um dia tudo começou em Sorocaba.

 

Valeu a prosa, reviver e escrever em casa na quarentena durante o coronavírus!

 

Vanderlei Testa é jornalista e publicitário; escreve aos sábados no www.facebook.com/artigosdovanderleitesta e www.jornalipanema.com.br/opinoes e www.blogvanderleitesta.com

 

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Redes de fast food são notificadas por falhas durante Black Friday

Homem é assassinado após ganhar R$ 10 em jogo de baralho

"Vitória por parte do Legislativo", diz presidente da Câmara sobre Justiça rejeitar volta de Crespo

Boris Johnson está com novo coronavírus

Em 12 estados, eleição de governador foi decidida no primeiro turno

MEC divulga resultados preliminares do Censo Escolar 2019