Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Prefeituras aguardam chegada da vacina contra covid-19 para iniciar campanha de imunização

Foto: Suamy Beydoun/Agif/Folhapress
Postado em: 18/01/2021

Compartilhe esta notícia:

As prefeituras de Sorocaba e Votorantim aguardam a chegada da vacina contra a covid-19 para iniciar a campanha de imunização nas respectivas cidades.

 
O Governo do Estado de São Paulo iniciou nesta segunda-feira (18) a distribuição das vacinas e insumos para imunização contra a COVID-19 nos cinco hospitais-escola do interior: os Hospitais das Clínicas de Campinas, Botucatu, Ribeirão Preto, Marília e o Hospital de Base de São José do Rio Preto. No total, cerca de 60 mil profissionais que atuam nesses hospitais serão imunizados contra a COVID-19 com a vacina do Butantan.


A partir desta terça-feira (19), grades de vacinas e insumos também serão enviadas a polos regionais para redistribuição às Prefeituras, com recomendação de prioridade a profissionais de saúde que atuam no combate à pandemia. Os municípios também deverão imunizar a população indígena com apoio de equipes da atenção primária do SUS, segundo as estratégias adequadas ao cenário local. 

 
A campanha de imunização contra a COVID-19 em São Paulo será desenvolvida segundo a disponibilidade das remessas do órgão federal. À medida que o Ministério da Saúde viabilizar mais doses, as novas etapas do cronograma e públicos-alvo da campanha de vacinação contra a COVID-19 serão divulgadas pelo Governo de São Paulo.
 
 
Prefeitura de Sorocaba
 

A Prefeitura de Sorocaba divulgou, na tarde deste domingo (17), seu plano de vacinação contra a covid-19 na cidade. O anúncio sobre detalhes da campanha deve ser feito pelo prefeito Rodrigo Manga (Republicanos) entre esta segunda-feira e terça-feira. 

A princípio, segundo a própria prefeitura, a primeira fase da campanha começaria dia 25 de janeiro e seguiria até 5 de março, com a previsão é de imunizar 105 mil pessoas. Entretanto, o Governo Manga pode antecipar a campanha de vacinação e aplicação das doses dependendo do momento em que chegar a vacina na cidade.


Os locais de vacinação serão as 32 Unidades Básicas de Saúde, além de ponto de drive-thru, porém não há informação sobre o horário de funcionamento dos respectivos locais.

A prefeitura já conta, como antecipado em entrevista do secretário de Saúde do município, Vinícius Rodrigues, na Jovem Pan Sorocaba, insumos para aplicar as doses, sendo um milhão de seringas e 600 mil agulhas. Aproximadamente, 500 servidores estarão envolvidos nos trabalhos de imunização.

 

Também há um estudo de uma estratégia para que os profissionais da educação possam ser inseridos no público-alvo prioritário da campanha.

 
Prefeitura de Votorantim
 
 
A Prefeitura de Votorantim já havia divulgado o plano de vacinação contra a covid-19, e, nesse momento, aguarda a orientação do Estado. A informação divulgada anteriormente indicava a vacinação ocorrendo a partir de 25 de janeiro, mas, assim como o Governo Manga, o Governo Fabíola pode antecipar a campanha de vacinação e aplicação das doses dependendo do momento em que chegar a vacina na cidade.

A Secretaria Municipal de Saúde informa que o público alvo é formado por aproximadamente 24 mil pessoas. Os profissionais da saúde, em número de 4.300 serão os primeiros a receber a vacina, seguidos pelos idosos com idades de 75 anos, ou, mais. A seguir, será a vez de quem tem entre 70 e 74 anos; aqueles entre 65 e 69 anos e pessoas entre 60 e 64 anos fechando, assim a primeira fase da vacinação para os cerca de 19.500 idosos de Votorantim.

O calendário de vacinação dos integrantes dos grupos de risco com idades abaixo dos contemplados na primeira fase, será definido pela Vigilância Estadual de Saúde.

A Sesa informa que não será necessária uma corrida às unidades de saúde, pois, a vacina permanecerá disponível por vários dias visando evitar, dessa forma, aglomeração que é um fator preocupante na disseminação do Coronavírus. Estarão à disposição do público alvo 16 unidades de saúde para a vacinação, sendo que algumas terão horários estendidos e atenderão aos finais de semana, além de disponibilizarem sistema drive-thru.

 
Vacina em SP

 
A primeira brasileira vacinada contra o coronavírus é Mônica Calazans, 54, enfermeira da UTI do Instituto de Infectologia Emílio Ribas.


50846093057-2305eac3cf-c
 

"Hoje é um dia muito especial para milhões de brasileiros que estão sofrendo com a COVID-19 em hospitais, centros de atendimento e em suas casas. E também aos que estão em quarentena, se protegendo e ajudando a proteger suas famílias. Hoje é o Dia V, o dia da vacina, da vitória, da verdade e da vida. Quero dedicar este dia aos familiares dos 209 mil mortos pela COVID-19", afirmou o Governador ontem, após aprovação da Anvisa.


Doria estendeu os agradecimentos aos profissionais de saúde que participaram do estudo clínico da vacina do Butantan no Brasil. "São heróis cujo trabalho é salvar vidas, proteger as pessoas, dar esperança e garantir, se possível, a vida e a existência. A coragem destes quase 13 mil voluntários vai ajudar a salvar milhões de brasileiros a partir de agora."
 

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Sistema Integrabike será fechado por uma semana pela Urbes para ajustes

Sorocaba totaliza mais de 13 mil casos e 12 mil recuperados da Covid-19

Trânsito e transportes têm esquema especial para o domingo de Enem

 Temporada de verão começa neste domingo no Hemisfério Sul; estação mais quente do ano

Secult faz última chamada para indeferidos no auxílio da Lei Aldir Blanc em Sorocaba

Atriz americana vaza suas próprias nudes após ameaças de hacker