Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Paço intima vereador a esclarecer ‘uso indevido’ de WhatsApp da Ouvidoria

Postado em: 31/03/2019

Compartilhe esta notícia:

A Prefeitura de Sorocaba irá protocolar nesta segunda-feira (1º) um ofício na qual pede ao vereador Hudson Pessini (MDB) “esclarecimentos e a remoção imediata” de publicações feitas em sua página pessoal nas redes sociais, com “informações e uso irregular” do número do WathsApp da Ouvidoria.

Nas publicações, conforme a Secretaria de Comunicação e Eventos (Secom), o vereador procura destacar uma de suas leis que trata sobre maus-tratos aos animais, além da aprovação de um requerimento para a criação do “WhatsApp dos Maus-Tratos Animal” e nela cita o 99129.2426, para que a população faça denúncias envolvendo maus-tratos de animais.

Porém, esse é o número do WhatsApp da Ouvidoria, da Ouvidoria Geral do Município, ligada ao Gabinete Central da Prefeitura de Sorocaba. Esse canal de comunicação foi lançado no dia 21 de janeiro, em parceria com a Secom.

Função

De acordo com a Secom, a função do WhatsApp “vai muito além da destacada pelo vereador”, que “limita-se em informar que passa a ser o número exclusivo para receber denúncias de maus-tratos aos animais. Esse canal de comunicação da Ouvidoria Geral do Município tem a função de receber sugestões, dúvidas, denúncias e elogios por parte da população a todos os serviços públicos disponibilizados pela administração municipal”.

Em publicações em suas páginas de rede social, o vereador, segundo a Secom, “não cita, em momento algum, que o número 99129.2426 é pertencente à Prefeitura de Sorocaba e se trata do WhatsApp da Ouvidoria, que possui seus serviços de forma ampliada. Ao contrário, destaca ser exclusivo para denúncias de maus-tratos aos animais, ao ponto de denomina-lo ‘WhatsApp dos Maus-Tratos Animal’. Limita-se a autopromoção de sua lei e de um requerimento em que solicita a implantação desse canal para recebimento desse tipo de denúncias”.

Essas publicações levaram a Prefeitura a solicitar explicações ao vereador e a sua retirada imediata das redes sociais, pois as mesmas podem “desfigurar” a real função do WhatsApp da Ouvidoria.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Chefe de Gabinete de Crespo pode ter recebido pagamentos irregulares

Homem é preso após invadir e furtar prédio público na Vila Angélica

Mega Sena acumula e próximo concurso deve pagar R$ 21,5 milhões

Aline e crianças do Gpaci, estamos com vocês! Veja o artigo semanal de Vanderlei Testa

Papa Francisco emite decreto que obriga bispos a denunciar casos de abuso sexual

Ex-marido é condenado a 15 anos de prisão por decepar as duas mãos da mulher