Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Prefeitura de Sorocaba exonera 3 médicos do Samu após denúncia de vereadores

Postado em: 01/11/2018

Compartilhe esta notícia:

Cida Muniz

No Jornal do Município de Sorocaba desta quarta-feira (30) foram exonerados três médicos que atendiam no Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). O motivo da exoneração é que eles fizeram faltas graves.

A investigação pela Prefeitura, através da Corregedoria Geral do Município, teve início no ano passado, em razão de denúncia dos vereadores Vitão do Cachorrão (MDB) e Fausto Peres (Podemos) que estiveram visitando o Samu em uma madrugada e encontraram apenas um médico atendendo, enquanto deveria ter três.

Conforme Vitão, eles haviam recebido denúncias, inclusive de ex-funcionário do Samu, que não estava faltando médico e nem ambulância, mas sim que os médicos se afastavam do plantão.

No dia que eles foram de surpresa, às duas horas da madrugada, no Samu, só tinha uma médica, deveria ter mais dois. Os vereadores entraram na sede do Samu pela porta balcão. À época, pessoas tentaram acusar os vereadores de terem quebrado vidros e invadido o local, mas isso foi comprovado através de câmeras que isso foi mentira.

Os dois médicos que deveriam estar de plantão no dia que os vereadores estiveram no Samu, chegaram após 40 minutos e o outro depois de uma hora e afirmaram que estavam no horário do jantar, mas conforme afirmou Vitão, os profissionais têm o direito de jantar, mas dentro da unidade de saúde. Não pode se ausentar.

Os dois parlamentares também pediram as filmagens de 30 dias antes da fiscalização e foi comprovado que isso era uma prática normal, inclusive, um dia após a visita dos vereadores, a prática de ficar somente um médico de plantão enquanto os outros saiam, continuou.

OS EXONERADOS – Viviane De Andrade Figueira Pinto Coelho, Juliano Correa De Brito E Marcio Jose Del Ben

POSIÇÃO DA PREFEITURA – A Prefeitura de Sorocaba exonerou três médicos do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) na última quarta-feira (31). Após a denúncia de abandono de plantão feita pelos vereadores Vitão do Cachorrão e Fausto Peres, no ano passado, iniciou-se uma investigação por parte da Corregedoria Geral do Município (CGM), que concluiu haver faltas funcionais graves cometidas pelos profissionais. A decisão pela exoneração foi tomada pela Comissão de Processos Administrativos da Secretaria de Assuntos Jurídicos (SAJ), por ordem do prefeito José Crespo.

A decisão baseia-se no inciso VI do Artigo 163 do Estatuto do Servidor Público de Sorocaba, que trata de lesão aos cofres públicos e dilapidação do patrimônio municipal.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Orçamento de R$ 3,2 bi começa a ser debatido em audiência pública nesta 4ª

Conselho de Educação rejeita terceirização nas escolas municipais

Bolsonaro retalia Joice e decide tirá-la da liderança do governo no Congresso

Conselho suspende por seis meses licença de médico suspeito de abusar de pacientes

Crespo protocola documento na Câmara e fica 14 dias afastado do Paço

Dívida Ativa inscrita na Prefeitura de Sorocaba pode ser parcelada pela internet