Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Prefeitura afirma: Sorocaba possui 67 suspeitos de Coronavírus e 13 casos descartados

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil
Postado em: 19/03/2020

Compartilhe esta notícia:

Nesta quinta-feira (19), a cidade de Sorocaba passou de 62 para 67 casos suspeitos de coronavírus (COVID-19).

 

Tratam-se de moradores de Sorocaba. O primeiro caso suspeito foi registrado no dia 26 de fevereiro. Até o momento, além dessas suspeitas, 13 notificações foram descartadas pelo Instituto Adolfo Lutz (IAL), órgão estadual responsável pelos exames da doença.


Ainda não há previsão do resultado, mas, assim que esteja concluído, será divulgado a toda imprensa. Vale ressaltar que os suspeitos estão sendo monitorados diariamente pela Vigilância Epidemiológica, até o resultado dos exames.


Os pacientes foram atendidos em Unidades de Pronto Atendimento e hospitais de Sorocaba, locais onde foram respeitados todos os critérios de higiene/etiqueta respiratória.

 

Os 67 suspeitos encontram-se bem e são mantidos em isolamento domiciliar. As amostras para exames já foram coletadas e enviadas ao Instituto Adolf Lutz (IAL). As famílias dos suspeitos foram orientadas sobre as medidas preventivas de contato.


A Vigilância Epidemiológica Municipal elaborou um Fluxo de Atendimento para casos suspeitos de COVID-19 (última atualização em 15 de março de 2020), nomenclatura utilizada aos casos de doença respiratória causada pelo novo coronavírus (SARS-CoV-19).

 

O fluxo segue normas estabelecidas pelo Ministério da Saúde e pelo Centro de Vigilância Epidemiológica do Estado de SP (CVE-SP). Todas as unidades de atendimento à saúde receberam o documento com orientação de como proceder frente aos casos suspeitos.


Exames do novo coronavírus


Nos últimos dias, diversas pessoas usaram as redes sociais para criticar a demora de exames e até mesmo alegar que a Prefeitura de Sorocaba esconde casos.

 

Devido a essa situação, a Secretaria da Saúde (SES) esclarece que os exames são realizados pelo órgão estadual Instituto Adolfo Lutz (IAL), responsável por descartar e confirmar casos de coronavírus de todo o Estado de São Paulo. Ou seja, a Prefeitura não possui gestão e nem governabilidade pela demora dos exames em suspeitos da doença.

 

O órgão estadual não tem fornecido essa previsão de resultados aos municípios em razão da elevada demanda decorrente da epidemia que o Estado enfrenta.


A partir desta quinta-feira (19), o Governo do Estado de São Paulo anunciou que somente serão solicitados exames do novo coronavírus para pacientes suspeitos internados graves ou críticos. O teste diagnóstico não deverá ser realizado em pessoas assintomáticas.

 

Essas medidas buscam otimizar o bom uso desse recurso, cujos insumos estão restritos no mundo devido à situação pandêmica.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Em carta, Itamaraty repreende embaixada da China por resposta a Eduardo Bolsonaro

Eleitores não podem ser presos nem detidos a partir desta terça-feira

Governador João Doria anuncia “Corujão da Saúde” para a região de Sorocaba

Caixa abriu primeira conta para 33 milhões poderem receber benefícios

Prazo para limpeza e higienização das sepulturas no Cemitério Municipal termina nesta quarta-feira

TRE determina exclusão de vídeo de Raul Marcelo contra Rodrigo Manga