Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Crespo pedia permissão à Taty Polis até para fazer visita a escola municipal

Postado em: 22/04/2019

Compartilhe esta notícia:

Uma das trocas de e-mail reveladas em primeira mão pelo Ipa Online revela que o prefeito José Crespo (DEM) esperava autorização de sua voluntária Tatiane Polis para comparecer a eventos públicos.

A revelação do conteúdo foi feita pelo ex-secretário de Comunicação Eloy de Oliveira. Ele entregou os e-mails para a Polícia Civil.

Em um e-mail enviado pelo ex-secretário de Comunicação Eloy de Oliveira, em 21 de janeiro deste ano, intitulado “proposta de agenda”, o mesmo pede que o prefeito “encontrasse em sua agenda uma vaga para visitarmos a escola do Carandá”.

width=851

Crespo responde ao e-mail do ex-secretário no dia 25 de janeiro, no início da manhã, às 5h46, “Dr Eloy: vou procurar agenda” e assina como JC.

width=921

No mesmo dia, à tarde, Crespo envia um novo e-mail, no mesmo dia, 14h27, desta vez para a voluntária Tatiane Polis e inicia o texto chamando-a de “Dra Tatiane” e “V.Exa [vossa excelência]”. Na carta eletrônica ele pede: “aceita incluir essa visita (à escola do Carandá) para esta 4a. feira dia 30/01/2019 ?”. Crespo diz aguardar a resposta.

width=992

Tatiane responde Crespo à noite, 20h56, com cópia de e-mail para Eloy aprovando a agenda: “Sim, a agenda na escola do Carandá achamos ser uma agenda externa muito positiva. Alinhei com Eloy e André e já incluímos”.

width=1024

Crespo confirma existência de e-mails

Em um vídeo publicado em sua página oficial no Facebook, o prefeito confirma a veracidade dos e-mails. A gravação foi postada após a revelação do conteúdo.

Crespo aparenta nervosismo durante toda a duração do vídeo. Por volta de 1 minuto e 20 segundos, diz que Tatiane Pólis iniciou seu trabalho voluntário em 2019. Entretanto, a versão do prefeito contrasta com suas respostas oficiais logo no início da crise do Falso Voluntariado, em fevereiro deste ano. Segundo a Prefeitura na época, em 13 de dezembro de 2018 a ex-assessora já era voluntária.

Ainda, Crespo diz que Tatiane Polis, como voluntária, fazia sua agenda, um dia por semana, fora de seu gabinete, para conhecer realidades e conversar com pessoas em todos os 500 bairros de Sorocaba. “Ela nem coordenou administrativamente nada. Nem mesmo essa agenda, que era o trabalho de contatar pessoas ou entidades para que eu fosse lá, apenas isso”. “Portanto, não houve usurpação nenhuma de algum serviço público cometido por Taty Polis”, defende o democrata.

Porém, os e-mails divulgados pelo Ipa Online revelaram que as funções de Taty na prefeitura seriam mais poderosas do que somente cuidar da agenda do prefeito. Ela não só seria responsável por isso, mas também coordenava a imagem do prefeito na internet, através de um esquema denominado ‘Gedai’, que tem como objetivo defender a postura dele nas redes sociais, e também coordenava ações em seu gabinete, cuja uma das funções seria trabalhar na campanha de reeleição de Crespo, aparentemente utilizando a estrutura pública para isso.

Compartilhe: