Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Prefeito de São Paulo tem coágulo no coração e permanecerá internado no hospital Sírio-Libanês

Folhapress
Postado em: 04/11/2019

Compartilhe esta notícia:

Artur Rodrigues, FOLHAPRESS

 

A equipe médica responsável pelo tratamento de Bruno Covas (PSDB) decidiu adiar a alta do prefeito devido a um novo coágulo.

 

Na semana passada, a expectativa era de que o prefeito receberia alta nesta segunda-feira (4). 

 

Covas, 39, recebeu na segunda-feira (28) diagnóstico de câncer localizado entre o estômago e o esôfago, com metástase no fígado. Ele está internado no hospital Sírio-Libanês, onde fez quimioterapia e se trata de uma embolia pulmonar. 

 

De acordo com o último boletim médico, um ecocardiograma feito no domingo (3) mostrou um novo coágulo no átrio direito, a cavidade do coração que recebe o sangue venoso. 

 

"Exames subsequentes, entre os quais uma angiotomografia arterial e venosa do tórax, demonstraram redução dos sinais de tromboembolismo pulmonar e o surgimento de um pequeno trombo junto ao cateter venoso central. Por isso, a equipe médica decidiu pela permanência hospitalar para adequação da anticoagulação", diz o boletim. 

 

O prefeito está sendo acompanhado por equipes médicas coordenadas pelo infectologista David Uip. 

 

A ideia na equipe de Covas era de que, uma vez liberado, o prefeito desse uma entrevista coletiva nesta terça (5).

 

Apesar de estar em tratamento, ele continua despachando do quarto do hospital e bastante ativo nas redes sociais. 

 

"Não tenho, claro, a energia para trabalhar 14, 15 horas por dia como eu trabalhava. Mas dá para trabalhar umas 8, 9", brincou o prefeito Bruno Covas (PSDB) em entrevista ao Fantástico, da Rede Globo, ao falar da sua saúde.

 

Voltou a afirmar que está em plenas condições físicas e psicológicas de exercer o cargo e disse que, se em algum momento não tiver, não tem qualquer "apego ao poder".

 

O prefeito relatou que, quando recebeu o diagnóstico da doença, "o chão caiu". 

 

"Você perde completamente noção da realidade: mas como assim?" O prefeito contou que chorou na ocasião e volta e meia se segura para não chorar mais um pouco.

 

Apesar de afirmar ter medo de que a doença prevaleça, disse que está muito confiante na sua recuperação. "Tenho certeza de que em breve vou estar 100%."

 

Covas relatou ainda que os médicos lhe deram a opção de fazer um tratamento mais agressivo, com mais efeitos colaterais, ou um menos agressivo. Escolheu a primeira opção, para se recuperar mais rápido.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

GCM detém homem com drogas em frente a escola do Parque São Bento

Brasil tem 57 mortes por Coronavírus e 2.433 casos confirmados

Vereador questiona divulgação de cronograma que mostra obras da prefeitura

Queda de helicóptero mata jornalista da Rede Bandeirantes, Ricardo Boechat, em SP

Menor apontado como 3º suspeito de massacre em Suzano é apreendido

Campanha “Lula Livre” passa por ajuste e quer organizar oposição a Bolsonaro