Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Prazo de pagamento de débitos municipais com desconto termina nesta sexta-feira

Postado em: 19/12/2019

Compartilhe esta notícia:

Termina nesta sexta-feira, dia 20, o prazo para que o cidadão em débito com tributos e taxas com município adira ao Programa de Pagamento de Débitos Municipais (PPDM). Os interessados podem quitar suas dívidas com a Prefeitura aproveitando os descontos proporcionados pelo PPDM, que podem chegar a 100% na multa e 20% nos juros.

De acordo com a Secretaria da Fazenda (Sefaz), da Prefeitura de Sorocaba, até esta quinta-feira (19) foram arrecadados R$ 8.191.905,14. Desses pouco mais de R$ 8 milhões arrecadados, R$ 3.835.999,51 já estão nos cofres da Prefeitura e a diferença (R$ 4.355.905,63) será paga em parcelas mensais pelos contribuintes. A Sefaz destaca que apenas nos primeiros três dias desta semana, foi arrecadado mais de R$ 1 milhão.

Os contribuintes em débito com a Prefeitura e que queiram quitá-los, poderão fazê-lo por meio de pagamento à vista ou parcelado, por meio da ferramenta digital do PPDM disponibilizada no portal da Prefeitura – sorocaba.sp.gov.br, ou presencialmente em qualquer uma das sete unidades da Casa do Cidadão.

Para que a adesão ao programa seja efetuada, o contribuinte inscrito na dívida ativa deverá desistir de ações judiciais, ou recursos administrativos relativos aos seus débitos, além de assumir que não ingressará, novamente, no cadastro da Dívida Ativa. Não são beneficiários deste programa os contribuintes que já participaram de parcelamento do PPI de 2015 e do Refis de 2017.

 

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Coronavírus: Estados Unidos lideram com 81.378 casos e 1.178 mortos

Sorocaba terá seminário sobre enfrentamento da dengue nesta sexta

Calendário de 2020 terá seis feriados nacionais prolongados

Brasil tem 57 mortes por Coronavírus e 2.433 casos confirmados

Paula Fernandes e Luan Santana lançam ‘Juntos’, versão brasileira de ‘Shallow’

Justiça proíbe bancos de aumentarem juros em meio à pandemia de coronavírus