Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Pontilhão da avenida Afonso Vergueiro pode ser interditado pela Prefeitura

Postado em: 28/01/2019

Compartilhe esta notícia:

Lincoln Salazar

A Defesa Civil de Sorocaba e a Secretaria de Obras estudam a possibilidade de interditar o pontilhão que passa sobre a Avenida Afonso Vergueiro, na região da Praça Lions. Técnicos da área visitaram o local nesta segunda-feira (28), onde há barras de ferro aparentes e rachaduras nos pilares. O anúncio do estudo por parte da Prefeitura foi feito pelo presidente da Câmara Municipal, vereador Fernando Dini (MDB), que alertou a Administração Municipal sobre a necessidade de se fazer manutenção e/ou revisões em pontes, viadutos e pontilhões de Sorocaba. O resultado da análise deve ser divulgado ainda nesta segunda-feira (28).

Em novembro de 2018, após incidente ocorrido em São Paulo, quando o viaduto da marginal Pinheiros cedeu cerca de dois metros, Dini fez um requerimento à administração municipal questionando sobre vistorias técnicas e as manutenções devidas em viadutos, pontes e pontilhões no município.

Em resposta ao vereador, através da Secretaria de Obras, a prefeitura afirmou que faz as vistorias e manutenções necessárias, mas sem dar o prazo concreto de quando as ações são desenvolvidas. “Com esse incidente, esperamos que a administração municipal não só dê o diagnóstico do que está acontecendo com o pontilhão da Praça Lions, como também divulgue quando serão realizadas as vistorias nos demais pontilhões, viadutos e pontes do município”, diz.

A situação do pontilhão vem sendo destaque nas redes sociais, após denúncias de aumento nas rachaduras e falta de fiscalização. Em novembro de 2018, a Prefeitura informou que os serviços de vistoria e fiscalização nas 41 pontes e viadutos da cidade seriam intensificados, após o acidente com o viaduto em São Paulo, embora eles já passassem por avaliações periódicas.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Dono de rede de sorveterias na Zona Norte é preso por liderar PCC e chefiar tráfico

Operadora de celular é condenada a indenizar idosa de 91 anos por excesso de ligações de cobrança

Vice de Bolsonaro defende nova Constituição sem Constituinte

Zona Azul amplia vagas nos entornos do Conjunto Hospitalar

Eduardo Bolsonaro defende Carlos e diz que declaração ‘não tem nada de mais’

Desentendimento entre vizinhos deixa um morto e dois feridos, entre eles um PM