Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Polícia prende quarto suspeito de massacre em Suzano

Postado em: 03/05/2019

Compartilhe esta notícia:

Bruno Coelho, FOLHAPRESS

A Polícia Civil prendeu nesta quinta-feira (2) um homem de 41 anos, suspeito de vender o revólver calibre 38 usado na chacina na Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano, no dia 13 de março, que resultou na morte de dez pessoas, incluindo dos dois atiradores.

O homem, que teve a prisão temporária de 30 dias decretada, prestou depoimento na Delegacia Central de Suzano. Segundo a polícia, ele negou a participação no crime. Sua defesa não quis falar com os jornalistas, de acordo com policiais.

Ele é o quarto suspeito preso por envolvimento no massacre na escola. Antes dele, a Polícia Civil prendeu, no início de abril, um vigilante e um mecânico. Um outro homem acabou solto por falta de provas, mas responde à investigação.

Segundo a polícia, o mecânico forneceu munições aos atiradores Guilherme Taucci Monteiro, 17 anos, e Luiz Henrique de Castro, 25, e também foi o intermediário para que ambos chegassem ao homem preso nesta quinta. A compra da arma ocorreu na residência do suspeito, no Jardim Saúde, em Suzano.

A Polícia Civil chegou a ele por meio de conversas no WhatsApp dos dois atiradores e também por depoimentos.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Crise entre presidente Jair Bolsonaro e PSL embaralha planos para eleição municipal de 2020

Valor ‘pago’ a Taty Pólis como voluntária era maior que quando secretária de Crespo

Araçoiaba da Serra é classificada como Município de Interesse Turístico

Gaeco desarticula associação entre PMs e membros de facção criminosa

Senado aprova fim de carência de planos de saúde para emergência

Idebras e Acione atuam nos direitos coletivos e difusos da sociedade