Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Polícia investiga Neymar por divulgação de fotos íntimas de mulher que o acusa de estupro

Postado em: 02/06/2019

Compartilhe esta notícia:

Folhapress

A Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI), da Polícia Civil do Rio de Janeiro, vai investigar Neymar pela divulgação de imagens íntimas da mulher que o acusa de estupro. O órgão confirmou a investigação, que já teve o auxílio de uma diligência do 110º Distrito Policial (Teresópolis). Neste sábado (1º), ao se defender de uma acusação de estupro, o jogador publicou um vídeo nas redes sociais declarando sua inocência. Saiba mais aqui.

Ao fim do vídeo, ele exibiu o que seriam conversas por WhatsApp com a mulher posteriores à data em ela afirma ter sido estuprada (15 de maio). Entre as frases, aparecem imagens dela nua ou seminua –com o rosto e partes íntimas borradas.

O artigo 281-C do Código Penal tipifica como crime “oferecer, trocar, disponibilizar, transmitir, vender ou expor à venda, distribuir ou divulgar por qualquer meio –inclusive por meio de comunicação de massa ou sistema de informática ou telemática- […], sem o consentimento da vítima, cena de sexo, nudez ou pornografia”.

A pena prevista é de reclusão de um a cinco anos, “se o fato não constitui crime mais grave”. A pena, porém, é aumentada de um terço a dois terços “se o crime é praticado por agente que tenha mantido relação íntima de afeto com a vítima ou com o fim de vingança ou humilhação”.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Feriado de 1º de janeiro altera funcionamento dos serviços públicos

Diretor do Saae recebe prêmio de saneamento em São Paulo

Prefeitura prorroga até novembro prazo de contestação sobre valores do IPTU Complementar

Cal e as delícias do Natal - veja a coluna semanal de Vanderlei Testa

Criminoso que se passava por servidor do Saae é preso ao aplicar golpe em idosa

População pode escolher nomes para os quatro filhotes que nasceram no zoológico de Sorocaba