Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Polícia e Guarda Municipal anunciam ‘Operação Eleição’ para domingo (7)

Postado em: 05/10/2018

Compartilhe esta notícia:

A Polícia Militar, Polícia Civil e Guarda Civil Municipal anunciaram que irão atuar de forma intensa em operação durante a eleição que ocorre neste domingo (7). Em todo o estado de São Paulo aproximadamente 60 mil policiais militares estarão mobilizados para atuar diretamente na operação. O policiamento será intensificado para garantir a segurança e a tranquilidade dos mais de 32 milhões de eleitores que deverão votar nas 645 cidades do estado, em todos os locais de votação.

Segundo o coronel do CPI-7 (Comando de Policiamento do Interior), Antonio Valdir, todo o efetivo policial estará empregado, inclusive trabalhando nas folgas regulares. O número de policiais que atuarão nesta operação na região não é divulgado por estratégia.

O CPI-7 é responsável pelo policiamento de 78 cidades, incluindo as da região de Sorocaba. Ele é formado pelos seguintes Batalhões da Polícia Militar do Interior: 7º BPM/I (Sorocaba), 12º BPM/I (Botucatu), 22º BPM/I (Itapetininga), 40º BPM/I (Votorantim), 50º BPM/I (Itu), 53º BPM/I (Avaré) e 54º BPM/I (Itapeva).

Além dos 60 mil policiais que estarão nas ruas, mais de 8 mil viaturas e 22 aeronaves participam da Operação, que envolve também o Policiamento Ambiental, Corpo de Bombeiros, Policiamento de Choque, Copom (Centro de Operações da Polícia Militar), Unidades Administrativas, Policiamento de Trânsito Urbano e Rodoviário, que inclusive realizará a Operação Direção Segura.

Como ocorre em todas as eleições, os policiais militares serão responsáveis pela segurança dos cartórios eleitorais, dos locais de votação, dos postos de justificação e da apuração. Já neste sábado (6 de outubro), 24 horas antes do início das eleições, os policiais militares farão a segurança das urnas eletrônicas e escolta até os locais de votação.

O prefeito de Sorocaba, José Crespo (DEM), em reunião com juízes eleitorais de Sorocaba, colocou à disposição o efetivo da Guarda Civil Municipal (GCM) para dar todo o apoio necessário à Justiça Eleitoral quanto à segurança dos locais de votação e seus entornos, desde o início desta sexta-feira (5) até o próximo domingo (07), com o término do primeiro turno.

Desde a última terça-feira (2), até 48 horas após o encerramento das eleições, a legislação eleitoral proíbe a prisão ou detenção de qualquer eleitor, salvo em flagrante delito ou em virtude de sentença criminal condenatória por crime inafiançável, ou, ainda, por desrespeito a salvo-conduto. Constituem crime no dia da eleição, o uso de alto-falantes e amplificadores de som ou a promoção de comício ou carreata, a arregimentação de eleitor ou a propaganda de boca de urna e a divulgação de qualquer espécie de propaganda de partidos políticos ou de seus candidatos. A Polícia Militar estará com todo o seu efetivo empregado para garantir a segurança da população. Votar é um exercício de cidadania. Vote consciente.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Segunda Turma do STF desarquiva inquérito sobre Aécio Neves

Justiça dos EUA dá sinal verde para que Trump construa muro

‘Deveria ser elogiado’, diz Bolsonaro sobre fim de multa por ausência de cadeirinha

Bolsonaro revoga decreto de armas e publica novas regras

Chuva de terça ameniza temperatura, mas rodízio de abastecimento continua

Delegado Seccional afirma que organização criminosa atua na Prefeitura