Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Polícia Civil lança aplicativo para prevenir golpes de estelionato

Crédito: Polícia Civil
Postado em: 07/09/2020

Compartilhe esta notícia:

Preocupada com as ocorrências de estelionato, a investigadora Bárbara Camapum, da Central de Polícia Judiciária (CPJ) de Presidente Prudente, encontrou um meio de prevenir esta modalidade criminosa. A policial criou um aplicativo para celulares ou tablets com informações sobre os tipos de golpes e como preveni-los.
 
 
"Eu sou investigadora há seis anos e, durante todo esse tempo, tenho atuado em um setor que investiga delitos de estelionato. As vítimas sempre se mostram muito tristes ao cair em golpes e isso me deu a ideia de criar uma cartilha para orientar a população", explicou Bárbara.
 
 
A investigadora colocou em prática o projeto em janeiro deste ano, criando uma cartilha virtual com parcerias locais. O material foi lançado em março, tenha acesso clicando aqui.
 
 
A iniciativa foi super bem aceita e chamou a atenção de outros estados brasileiros. "O Ministério Público do Ceará e a Polícia Civil de Mato Grosso se interessaram e divulgaram a cartilha em seus territórios. A Polícia Civil de Minas Gerais também gostou e fez uma releitura, inclusive nos citando", contou Bárbara.
 
 
Com tamanho sucesso, a investigadora percebeu que era preciso mais. Para alcançar mais pessoas e facilitar o acesso ao conteúdo, ela conseguiu novas parcerias para lançar um aplicativo. 
 
 
Nomeado de "Golpe? Tô Fora!", a ferramenta está disponível, por enquanto, apenas para o sistema operacional Android, por meio da Play Store, e tratativas estão em andamento para que possa ficar disponível para o iOS.
 
 
Conteúdo
 
 
No aplicativo são disponibilizadas informações sobre 12 tipos de golpes. São eles: golpe do bilhete premiado; do falso sequestro; do parente com carro quebrado; da falsa clonagem de cartão bancário; do intermediador de vendas; do WhatsApp hackeado; do falso boleto; do falso site; do falso fiscal; do falso namorado (a); da troca de cartão; e do novo coronavírus.
 
 
Ao clicar em cada um dos crimes, o usuário tem acesso ao modus operandi do criminoso e orientações de como não cair no golpe.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Polícia prende suspeito de integrar quadrilha que clona cartões bancários

Polícia Ambiental investiga maus-tratos a centenas de cães em canil de Piedade

Carreta atropela e mata dois na SP-75; outras duas vítimas estão em estado grave

Bradesco planeja fechar 10% de suas agências até o fim de 2020

Exército é recebido a flechadas em aldeia indígena onde ocorre votação

Ipea destaca: maioria de novos empregos paga até dois salários mínimos