Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Péricles critica Crespo por tarifa de ônibus do “Domingão”: “pega-trouxa”

Postado em: 22/03/2019

Compartilhe esta notícia:

Nos contratos firmados com as empresas que possuem a concessão do transporte público em Sorocaba está especificado que aos domingos e feriados os usuários que possuem o cartão social deveriam ser beneficiados com tarifas reduzidas. E embora a Prefeitura insista em dizer que o programa chamado de “Domingão” esteja mantido na cidade, quem tentar utilizar o transporte público no final de semana irá desembolsar os mesmos R$ 4,40 de tarifa que são praticados durante os dias úteis.

Em requerimento o vereador Péricles Régis (MDB) questionou porque a tarifa de R$ 1 real aos domingos deixou de ser aplicada em Sorocaba. “As reclamações quanto ao preço e à qualidade do transporte oferecido em Sorocaba são comuns, mas aos finais de semana era o dia que o trabalhador reunia a família e aproveitava para ter algum lazer gastando menos com o transporte, porém nem isso está sendo praticado”, afirma o vereador. No documento enviado ao Executivo, o parlamentar ressalta parte do contrato firmado com uma das concessionárias do transporte: “Tarifa Diferenciada – Como o sistema de bilhetagem eletrônica implantado em Sorocaba permite a cobrança de tarifa diferenciada por tipo de dia, incentivou-se o uso do transporte coletivo para as atividades de lazer cobrando apenas R$ 1,00 (um real) aos domingos e feriados, para quem tem o cartão social. Esse programa denominado “Domigão “foi criado em 16 de dezembro de 2007, e beneficiou vários usuários do transporte coletivo além de incentivar o uso do cartão social, pois muitos usuários até então usavam apenas o bilhete unitário (tipo Edmonsen) como meio de pagamento”.

Péricles afirma que embora a tarifa de R$ 4,40 praticada aos domingos e feriados seja a mesma do dia a dia, no site da Urbes a empresa pública responsável pelo trânsito e transporte de Sorocaba segue anunciando a tarifa como sendo integrante do programa Domingão. Em resposta ao requerimento de Péricles o Executivo afirma que referido programa teve a tarifa majorada em 18/06/2015, por meio do Decreto Municipal n°21.831, de 09/06/2015 (passando para R$ 1,50), em 02/03/2017, por meio do Decreto Municipal n° 22.632, de 22/02/2007 (passando para R$ 2,50), em 17/01/2018, por meio do Decreto Municipal n° 23.379, de 09/01/2018 (passando para R$ 4,00) e em 22/01/2019, por meio do Decreto Municipal n° 24.474, de 14/01/2019 (passando para R$ 4,40).

Segundo a Prefeitura, o valor foi alterado para manter a regularidade dos serviços. Ainda assim, a resposta oficial afirma que o programa Domingão está mantido, mesmo sem dar qualquer previsão de redução dos valores. “Parece uma promoção daquelas chamadas de pega-trouxa. Quem não é um usuário costumeiro do transporte é induzido realmente a pensar que está economizado. E quem usa o transporte todos os dias, não está obtendo nenhuma vantagem”, conclui. O vereador afirma que por meio da Comissão de Economia e Finanças da Câmara irá analisar os contratos atualmente firmados para tentar garantir a obrigatoriedade da cobrança reduzida pelas concessionárias.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Empreendimento Premium Pagliato é lançado na zona sul de Sorocaba

Prefeitura rescinde com empresa de TV indoor e aplica multa por falha na execução contratual

Casal é baleado perto da Raposo; uma das vítimas foi jogada no rio Sorocaba

Bolsonaro defende redução da carga tributária no Brasil

Prefeitura adquire mais de 60 mil livros paradidáticos

Autódromo de Ímola vai ganhar mural de Kobra em homenagem a Senna