Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Os 107 anos do Delfino Simão no Lar dos Idosos

Postado em: 16/03/2019

Compartilhe esta notícia:

Por Vanderlei Testa 

É a primeira vez que conto uma história de vida com 107 anos de existência.

Lá na cidade de Itapetininga nascia no dia 23 de março de 1912 o Antônio Delfino Simão Filho. Berço pobre, como a manjedoura do bebê Jesus, mas cercado de carinho dos pais lavradores e da fé que o abençoou no batismo.

O menino Simão, como foi o Simão Pedro da história bíblica, fez um pouco de tudo na infância e juventude. Gostava de pescar também igual ao seu xará que se tornou o primeiro Papa há quase dois mil anos. E na volta ao passado de apenas 2010, há nove anos, encontramos o testemunho do caridoso Pedro de Jesus, um ser humano digno de ter o seu nome com P e J maiúsculo.

Esse Pedro de Jesus foi até o Centro Vicentino Nossa Senhora das Dores (lembram-se do nome Dolores da semana passada), da cidade de Araçoiaba da Serra. Lá conversou com a assistente social desse Lar de Idosos e contou um pouco da vida do Simão. Disse que esse amigo aos 98 anos ainda estava trabalhando na zona rural de Araçoiaba, onde o encontrou em condições de serviço e moradia desumanizada.

O nosso Antônio Delfino Simão era forçado a trabalhar sem receber salário, como escravo no sentido exato da palavra. Sua aposentadoria conquistada com suor e lágrimas, algum “ser humano” entre aspas, recebia o seu salário do INSS e usava em benefício próprio.

Sabendo dessa crueldade que faziam ao Simão, com 98 anos, Pedro de Jesus conseguiu que o Lar de Idosos de Araçoiaba o acolhesse.

Já se passaram nove anos e, agora feliz realizando o seu artesanato e convivendo com os voluntários e amigos internos, Simão completa no dia 23 seus 107 anos de vida.

Uma festinha com bolo e o parabéns cantado por todos do lar, celebrará a vida digna de um brasileiro marcado por cicatrizes e calos nas mãos, mas sem ódio no coração. Um exemplo de sobrevivente deste mundo egoísta, mas que ainda tem gente com o coração aberto à fraternidade.

No dia 23 estarei no Lar dos Idosos levando o meu abraço ao Simão. Se você também sentir esse desejo, apareça. Fica na rua 21 de abril, 551, centro, em Araçoiaba da Serra.

Hoje, o Lar abriga 20 idosos residentes e precisa de sócios contribuintes ou doações para abrigar homens e mulheres sem famílias para acolhê-los. O telefone do lar é 15 3281 2654.

 

width=300

 

 

 

 

 

Vanderlei Testa é jornalista e publicitário

vanderleitesta.ipa@gmail.com

 

 

 

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Viaduto da João Wagner Wey será entregue no final de março

GCM prende homem e recupera produtos furtados de creches municipais

Equipe escolar realiza projeto de partilha com ovo de páscoa gigante em CEI

Salto confirma caso de coronavírus em bebê de apenas 9 meses de idade

Polícia Militar abrirá concursos para preenchimento de 5.400 vagas de soldado

Bolsonaro diz que queimadas podem ter sido causadas por ONGs