Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Operação Dignidade será retomada com novas ações; trabalho terá início essa semana

Postado em: 06/01/2020

Compartilhe esta notícia:

O prefeito em exercício, Fernando Dini, anunciou na manhã desta segunda-feira (6), a retomada do atendimento municipal por meio da “Operação Dignidade”. Em entrevista coletiva, Dini disse que a cidade registra cerca de 500 pessoas em situação de vulnerabilidade, incluindo mulheres e adolescentes. Por conta disso, pedindo apoio das secretarias afins, o prefeito quer encaminhamentos que possam mudar a realidade e as condições de vida desse público. “Vamos resgatar um trabalho que já havíamos realizado”, disse o prefeito em exercício relembrando a época em que respondeu pela Secretaria Municipal de Segurança

De acordo com o prefeito em exercício, pelo menos duas operações serão realizadas ainda esta semana (em dias e horários ainda não definidos). As ações serão coordenadas pela Secretaria de Segurança Urbana (Sesu) e contarão com o apoio da Secretaria da Cidadania, Secretaria da Saúde, Serviços Públicos e Obras, Guarda Civil Municipal além da Polícia Civil, representada no encontro pelo delegado seccional Wilson Negrão, e Polícia Militar, representada pelo Major Salaro. Acompanharam o anúncio do retorno da Operação Dignidade os secretários de Governo, José Marcos Gomes Júnior; Djama Benette, Comunicação e Suelei Gonçalves, Recursos Humanos.

A “Operação Dignidade” tem como objetivo a identificação das pessoas em situação de rua, oferecendo assistência para que elas retornem ao convívio social. As novas ações referem-se à retomada do trabalho nos moldes originais, focando principalmente no resgate e retorno ao convívio familiar dos abordados.

Por se tratar de uma situação de alta complexidade, uma das principais propostas apresentadas é trabalhar, a médio e longo prazos, com o Plano Individual de Atendimento (PIA), de modo a reestruturar a atenção a esse público, individualizando as ações e trazendo, com isso, atendimentos personalizados, trazendo uma solução mais assertiva a cada caso.

Para que isso seja colocado em prática, porém, é necessária a instituição do PIA, visto que a “Operação Dignidade” não busca apenas tirar as pessoas das ruas e, sim, oferecer a oportunidade de volta à própria família, a chance da reinserção no mercado de trabalho e o resgate da autoestima.

Com o retorno da operação, também a Secretaria de Saúde (SES), por meio de especialistas, deverá realizar exames rápidos para identificação de Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST). A Polícia Civil ajudará na identificação das pessoas em situação de rua e o serviço de Assistência Social trabalhará no resgate da dignidade dessas pessoas, de modo a que o trabalho desenvolve ações mais imediatas.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

As oito melhores séries indicadas ao Emmy 2018

Internacionalização do aeroporto, rodoanel, trem e VLT são debatidos no Fórum de Mobilidade em Sorocaba

Operação Dignidade aborda 39 pessoas e terá nova edição ainda esta semana

Guarda Civil Municipal prende homem com 171 porções de drogas

Guarda Municipal detém dupla por furto de fiação elétrica em creche localizada no Parque São Bento

Maradona não consumiu drogas ou álcool dias antes de morrer