Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Operação Dignidade aborda pessoas em situação de rua no centro de Votorantim

Secom Votorantim
Postado em: 31/08/2020

Compartilhe esta notícia:

A Prefeitura de Votorantim, por meio da Secretaria de Cidadania e Geração de Renda (Seci), em conjunto com a Guarda Civil Municipal (GCM), prossegue com a Operação Dignidade na região central, orientando as pessoas em situação de rua sobre o abrigo emergencial montado no ginásio do Mirante dos Óvnis.

De acordo com a Seci, a ação tem sido realizada todos os dias, intensificando-se nos fins de semana. Na noite da última sexta-feira (28), por exemplo, as equipes percorreram a praça de eventos "Lecy de Campos", o terminal de ônibus, as avenidas São João, Gisele Constantino e 31 de Março, ruas do Rio Acima e os arredores do Parque do Matão. Entre as pessoas abordadas, duas concordaram em ir para o abrigo, instalado no ginásio durante a pandemia de Covid-19. O local agora conta com dez pessoas que estão sendo acolhidas.

A Seci reforça que o encaminhamento depende da aceitação do cidadão, não havendo qualquer ação compulsória. Os serviços oferecidos no ginásio incluem banho, trocas de roupa, alimentação, pernoite, além de uma triagem nos quadros de saúde a fim de verificar casos suspeitos do novo coronavírus.

Sobre o centro de acolhimento, a pasta explica que é voltado para as pessoas que já fazem parte do cadastro e do acompanhamento contínuo realizado pelas equipes de assistentes sociais em Votorantim. Caso algum munícipe queira encaminhar uma pessoa em situação de rua ou então obter mais informações sobre o serviço, basta entrar em contato com a Seci pelo telefone 3353-8648, que atende das 13h às 17h, de segunda a sexta-feira; ou pelo telefone 3242-2171, da GCM, que atende diariamente, das 8h às 24h.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Controle de perdas: geofones auxiliam na detecção e eliminação de vazamentos

‘Sorocaba em Quadrinhos’ será atração na Biblioteca Infantil

Regularização do imóvel: mutirão da CDHU atrai cerca de 400 mutuários às Casas do Cidadão

Extinção do Farmácia Popular deve aumentar o número de óbitos no Brasil, dizem laboratórios

Capitão Derrite ‘detona’ Lei do Abuso da Autoridade: “é uma retaliação à Lava Jato”

Defesa apoia nota de Heleno e vê risco insitucional, mas nega golpismo