Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Operação Capitu: Joesley Batista, da JBS, é um dos presos

Postado em: 09/11/2018

Compartilhe esta notícia:

O empresário Joesley Batista, dono da JBS, está entre os presos da Operação Capitu, deflagrada nesta sexta-feira (9) pela Polícia Federal.

As informações são da Agência Brasil.

Ele é suspeito de envolvimento no pagamento de propina a servidores e agentes políticos que atuavam no Ministério da Agricultura e na Câmara dos Deputados. Além dele, foi preso o ex-ministro da Agricultura e atual vice-governador de Minas Gerais, Antônio Andrade (MDB).

Ao todo, 63 mandados de busca e apreensão e 19 de prisão temporária estão sendo cumpridos, a pedido do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, em Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro, Mato Grosso, Paraíba e no Distrito Federal.

A operação tem por base a delação de Lúcio Funaro, apontado como operador do MDB.

Segundo as investigações, havia um esquema de arrecadação de propina dentro do Ministério da Agricultura para beneficiar políticos do MDB, que recebiam dinheiro da JBS, dos irmãos Joesley e Wesley Batista, em troca de medidas para beneficiar as empresas do grupo.

Por meio de nota, a defesa de Joesley informou que a prisão de seu cliente foi recebida com “estranheza”, uma vez que o empresário é colaborador da Justiça, função que estaria sendo cumprida “à risca”.

“Causa estranheza o pedido de sua prisão no bojo de um inquérito em que ele já prestou mais de um depoimento na qualidade de colaborador e entregou inúmeros documentos de corroboração.

A prisão é temporária e ele vai prestar todos os esclarecimentos necessários”, diz a nota, em declaração atribuída ao advogado André Callegari.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Prefeitura de Sorocaba renova com a Santa Casa, amplia exames e dobra leitos à população

Linha rápida Cajuru começa a circular na tarde desta segunda-feira (24)

Irmão de Ciro chama petistas de babacas e diz que partido merece perder

Vereadores votam projeto de Crespo para empréstimo de US$ 56 mi na quinta

Depoimento de ‘voluntária’ Tatiane Polis é remarcado para o dia 17

Segunda temporada de “Big Little Lies” não acrescenta nada à trama e nem precisaria existir