Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Olavo de Carvalho tem 15 dias para pagar R$ 2,9 mi a Caetano Veloso, diz Justiça

Foto: reprodução
Postado em: 10/10/2020

Compartilhe esta notícia:

Wanderley Preite Sobrinho, FOLHAPRESS


O escritor Olavo de Carvalho, considerado o guru do clã Bolsonaro, tem 15 dias para pagar multa de R$ 2,9 milhões ao músico Caetano Veloso. A decisão da 50ª Vara Cível do Rio de Janeiro foi confirmada ao UOL pelo Tribunal de Justiça.


A multa se deve ao não cumprimento de uma ordem judicial que determinou que Olavo apagasse de suas redes sociais acusações de pedofilia feitas contra o cantor em 2017.


Em 2017, Olavo foi processado por Caetano por publicar posts que acusavam o atista de pedofilia. O escritor se referia ao romance com a produtora Paula Lavigne, iniciado quando ela tinha 13 anos, e ele, 40. Os dois ficaram casados por 19 anos, quando, em 2004, romperam a relação. O casal, que tem dois filhos, reatou a união em 2016.


Ainda em 2017, a Justiça concedeu liminar para a remoção das postagens. A ordem deveria ser cumprida em 48 horas, sob pena de multa diária de R$ 10 mil. Apesar de ter sido pessoalmente intimado em sua casa, nos Estados Unidos, o escritor não apagou as publicações.


Como os posts não foram retirados do ar, a multa atingiu o valor de R$ 2,9 milhões, que agora o escritor foi intimado a pagar.


"Intime-se a parte ré [Olavo de Carvalho], [...] para pagar, no prazo de quinze dias, o valor apresentado pelo exequente em sua planilha, alertando-o de que não ocorrendo o pagamento voluntário haverá acréscimo de multa de 10%", determinou a juíza Renata Gomes Casanova de Oliveira e Castro.

 

Em setembro do ano passado, no mesmo processo, a Justiça ainda condenou Olavo a pagar a Caetano uma indenização de R$ 40 mil por danos morais.


A indenização, cujo valor corrigido está hoje em R$ 65.966,78, foi paga judicialmente em agosto, mas o ideólogo ainda recorre. O caso será julgado pela 12ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Vigilância Sanitária interdita casa de tratamento para dependentes químicos

Suspeito de agredir mulheres se esconde em caçamba de lixo para não ser preso 

Brasileiro que matou jovem de 18 anos dentro de cela é expulso do Paraguai

Sorocaba ultrapassa os 22 mil casos confirmados da Covid-19

Prefeitura confirma que idosos deixarão de entrar pela porta traseira

GCM apreende dezenas de pipas em operação de combate ao cerol