Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

O incansável trabalho da Ângela Oliveira no AAI - veja a coluna semanal de Vanderlei Testa

Postado em: 26/09/2020

Compartilhe esta notícia:

Por Vanderlei Testa

 

Há anos conheci o casal Maria Ângela e José Egídio, conhecido como “Zezo. Éramos da Comunidade do Divino do Jardim Saira e da NS Medianeira, do Jardim Iguatemi. A Angela é a inovadora no Santuário de Santa Filomena, treinando um grupo de jovens em Libras. Foi lá que ela começou a Associação do Amor Inclusivo. Ela é uma entusiasta em ensinar crianças, jovens e adultos nas línguas de sinais (alínguas de sinais são idiomas visuais baseados nos movimentos das mãos e das expressões faciais e corporais.

 

É uma língua como qualquer outra – como, por exemplo, o português ou o espanhol –, mas não são auditivas e não necessitam da expressão vocal. Uma língua de sinais se desenvolve dentro de comunidades surdas). Atualmente na televisão, entrevistas governamentais e nas celebrações de missas, tem sido constante a presença de profissionais especializados na língua dos sinais. Um novo mercado de trabalho no Brasil.

 

Na pastoral da música o Zezo tinha o dom de tocar instrumentos e cantar na animação das celebrações de missas. Esteve sempre presente como cristão responsável na comunidade. Há um mês o Senhor da Vida chamou o Zezo à eternidade. Ficou a saudade imensa nas comunidades, pois elecongregava os músicos com alegria e espiritualidade.

 

Maria Ângela, como uma pessoa comprometida com sua missão, continuou o seu trabalho em várias paróquias da arquidiocese e, onde era chamada a colaborar. Ângela e sua equipe de voluntários tem levado adiante um trabalho incrível na Associação do Amor Inclusivo- AAI.

 

A entidade AAI - proporciona educação e inclusão social de pessoas com deficiência auditiva, visual ou múltipla na sociedade, foi fundada pela Ângela com apoio do Zezo. Além disso, ajuda pessoas necessitadas com cestas básicas, tendo recebido nesta semana, 25 cestas do Conselho de Leigos da Arquidiocese de Sorocaba.

 

A professora Maria Ângela Oliveira é Pedagoga.  Ela se especializou em Libras e Educação de Surdos e se doutorou em Educação Matemática, pela Unesp.

 

No canal YouTube da Associação do Amor Inclusivo o leitor encontra inúmeros cursos e orientações para entender, aprender e ajudar as pessoas com deficiência. A oração da noite, por exemplo, é recitada e cantada com a demonstração prática do uso dos sinais de Libras para acompanhamento das pessoas com deficiência auditiva. Há vários módulos de treinamento conduzidos pela Ângela.

 

A iniciativa de levar os cursos de Libras às comunidades de Sorocaba e do Brasil com o seu canal na rede social tem conseguido sucesso. Graças ao apoio das pessoas interessadas em promover o ser humano, independente da sua condição física, a AAI consegue sobreviver e produzir o material necessário na expansão das suas atividades. Vou publicar aqui os dados da entidade para os leitores interessados em serem doadores desta obra de evangelização social.

 

Juntos somos AAI: faça sua doação: Banco Bradesco. Agência 3147. Conta 23719-1. A Associação funciona na rua Pedro Álvares Cabral, 564, Sorocaba. Telefone 15 99774-1042.

 

Associação do Amor Inclusivo. Em cada um real - um Toque de Amor.

 

Vanderlei Testa é jornalista e publicitário; escreve aos sábados no www.jornalipanema.com.br/opiniões e www.blogvanderleitesta.com e www.facebook.com/artigosdovanderleitesta

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Preço do arroz pode subir ainda mais, diz associação de supermercados

Seleção inicia caminhada para Copa do Mundo de 2022

Lashana Lynch, a nova 007, diz que filme pretende afastar ‘masculinidade tóxica’

Incêndio em Pizzaria interdita parte da avenida Itavuvu; Não houve feridos

Vunesp convoca habilitados de concurso para Diretor de Escola para prova de títulos

Avenida Afonso Vergueiro tem sinalização de solo revitalizada