Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Número de casos da dengue e sarampo em Sorocaba é atualizado pela Secretaria de Saúde

Postado em: 07/11/2019

Compartilhe esta notícia:

A Secretaria da Saúde (SES), por meio da Vigilância Epidemiológica Municipal, identificou 46 casos confirmados de sarampo em Sorocaba. Todos são autóctones. As informações constam no novo boletim epidemiológico divulgado nesta quarta-feira (6).

Os casos estão distribuídos em todas as áreas do município e foram confirmados por exame laboratorial (sorologia). Dentre os confirmados, 26 (56,5%) casos são do sexo masculino e o maior número de casos é na faixa etária de 20 a 34 anos e menores de 4 anos.

O documento aponta que a regional oeste da cidade confirmou 18 casos, seguido da leste (17) e por último, a norte com 11 confirmações. É de extrema importância que as pessoas que apresentem febre, exantema (manchas vermelhas no corpo) associados a sintomas respiratórios, procurem atendimento médico e sigam as orientações de afastamento do convívio social enquanto estiverem no período de transmissão (seis dias antes do exantema até dias após).

De acordo com a Prefeitura de Sorocaba, a cidade atingiu cobertura vacinal de 95,06% em crianças com 1 ano e 100,11% em crianças entre 6 e 11 meses. A meta exigida pelo Ministério da Saúde é de 95%, com isso, a cidade supera meta exigida pelo Governo Federal aos municípios.

Segundo a SES, até o dia 20 de outubro, 7.149 crianças de 1 ano de idade foram imunizadas. Já em relação às crianças entre 6 e 11 meses de idade, um total de 4.639 receberam a dose da vacina.

Sobre a segunda dose da vacina SCR (Sarampo, Caxumba e Rubéola), que deve ser aplicada em crianças com até 1 ano de idade, Sorocaba atingiu uma cobertura vacinal de 90,37%.

A partir do dia 18 de novembro, a vacinação está priorizada para adultos jovens não vacinados na faixa etária de 20 a 29 anos de idade.

A imunização para este grupo encerrará no dia 30 de novembro, sábado, com a realização de um novo ‘Dia D’ nas 32 Unidades Básicas de Saúde (UBSs). A vacina é a melhor forma de prevenção contra a doença.

Dengue

Ainda de acordo com a Secretaria de Saúde, Sorocaba registrou 1.062 casos confirmados de dengue (905 autóctones, 107 importados e 50 indeterminados), 88 de chikungunya (79 autóctones, cinco importados e quatro indeterminados) e um caso importado de febre amarela, infectado na cidade de Cajati. Nenhum caso de zika foi registrado. Foi confirmado um óbito por dengue ocorrido em junho, sendo a paciente do sexo feminino de 54 anos, sem comorbidades.

Segundo a Vigilância Epidemiológica, a não interrupção de casos de dengue em períodos sem chuvas é um fator de alerta para a possibilidade de novo momento epidêmico no próximo período sazonal que será no primeiro semestre do ano de 2020. “O papel da Prefeitura de Sorocaba está sendo feito. Inúmeras ações são realizadas o ano inteiro, porém, a sensibilidade e conscientização do cidadão é essencial”, reforça o secretário da Saúde, Ademir Watanabe.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Gourmet Market: inspiração nos mercados europeus

PM apreende drogas dentro de vaso sanitário em casa de traficante

Secretária de Saúde pede demissão do cargo; novo chefe da Pasta deve ser anunciado nesta 4ª

Promotoria faz denúncia contra mulher que acusa Neymar de estupro

VLT prossegue com compartilhamento da via férrea junto à empresa Rumo

Brasil registra mais de 180 estupros por dia; número é o maior desde 2009