Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

NOVOS VEREADORES: Rodrigo do Treviso é empresário e defende o trabalho como principal meio para o bem-estar social

Secom / Câmara Municipal
Postado em: 16/12/2020

Compartilhe esta notícia:

Um dos novos nomes que passam a integrar a Câmara Municipal de Sorocaba a partir de 2021, Rodrigo do Treviso (PSL) recebeu as boas-vindas do presidente do Legislativo, vereador Fernando Dini (MDB), e concedeu entrevista aos veículos de comunicação da Casa de Leis para falar de sua trajetória política e os planos de seu mandato. 

Eleito com 3.478 votos, Rodrigo é empresário, proprietário de um supermercado na Zona Norte, e tem como principal lema a geração de emprego. “Tenho projetos para conceder os incentivos necessários para trazer empresas para a cidade e fortalecer o comércio. O bem-estar e a tranquilidade das famílias depende do emprego, é onde começa a dignidade da pessoa. Quem tem emprego convive melhor em casa, fica mais tranquilo, tudo na vida se torna mais fácil”, ressaltou.

Rodrigo do Treviso nasceu na cidade de Saltinho em outubro de 1978 e após vir para Sorocaba estabeleceu-se como comerciante na Vila Helena. Segundo ele, sua entrada na política aconteceu naturalmente em decorrência de seu engajamento em trabalhos comunitários, influência de seus pais e do convívio na igreja.

Além da questão do emprego, o vereador eleito afirmou que estará empenhado nas áreas de habitação, saúde e educação. “Uma área liga à outra, então temos que exercer um trabalho pleno, em contexto geral, para ajudar principalmente as famílias de baixa renda em tudo que é necessário”, concluiu.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Ambulância é flagrada com maca molhada e goteiras no PA da Zona Norte

Idoso é roubado e agredido com pauladas por ex-enteado; rapaz foi preso pela PM

Saae sorteia ordem de entrega de mais 65 kits do programa Caixa D’água Social

Cabos eleitorais tinham material de Lula em campanha de rua

Contas de Carlos Bolsonaro somem das redes sociais

Trump lança Comando Espacial para assegurar “superioridade” dos EUA no espaço