Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Novo governo traz esperança para a Cultura de Votorantim - veja a coluna de José Simões

Postado em: 26/11/2020

Compartilhe esta notícia:

A Cultura no município de Votorantim, nos últimos anos, vem sofrendo com as várias trocas de secretários da Cultura. Não vem sendo fácil para os artistas do município. O resultado deste vai e vem, principalmente, foi a descontinuidade e a instabilidade no trabalho que já vinha sendo desenvolvido.

 

Nesse contexto, os artistas e a produção das artes realizadas no município de Votorantim foram fortemente afetadas pela pandemia. As respostas do poder público não caminharam em sintonia com os anseios da comunidade artística. Ao contrário, os embates se somaram, tais como: a questão da verba do Fundo de Cultura que foi remanejada para a saúde, a falta de diálogo com o Conselho Municipal de Cultura, problemas na distribuição dos recursos federais oriundos da lei emergencial Aldir Blanc, entre outras questões.

 

A palavra coletivo é sempre um ponto a se destacar na cidade de Votorantim. Os coletivos artísticos que atuam na cidade são sempre bem referenciados noutras paragens. Motivo de orgulho para a cidade e região. Entretanto, precisam ser cuidados para que produzam mais e mais Arte e impactem a Cultura da cidade e da região.

 

Espera-se que este governo possa trazer boas novas aos artistas, as Artes e a Cultura de Votorantim. Uma vez que, no pós- pandemia, as Artes e a Cultura serão fundamentais para estabelecer o diálogo social e enfrentar alguns dos impactos emocionais advindos da pandemia.

 

Que a esperança não seja apenas uma palavra.

 

José Simões  é professor e crítico teatral

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Governo Bolsonaro pode economizar R$ 18 milhões com corte de assinaturas de jornais e revistas

Criança de 2 anos morre atropelada por caminhonete em bairro de Sorocaba

Mega Sena acumula e próximo concurso deve pagar R$ 21,5 milhões

Unidades de saúde de Sorocaba recebem caixas de intubação Covid-19

Celulares pré-pagos de 17 estados devem ser recadastrados até segunda; SP está na lista

Dar reajuste a servidor é usar cadáveres como palanque, diz ministro Paulo Guedes