Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Não usar máscara respiratória pode ser caracterizado até como crime em Sorocaba

Foto: GCM
Postado em: 21/07/2020

Compartilhe esta notícia:

A prefeita de Sorocaba, Jaqueline Coutinho, disse que deixar de usar máscara respiratória em locais públicos pode ser caracterizado até mesmo como crime no município. A afirmação foi feita durante entrevista ao vivo, via Skype, ao Jornal da Manhã, da Jovem Pan Sorocaba, nesta manhã de terça-feira (21). 

 

Conforme a prefeita, desde sexta-feira (17), o cidadão sorocabano que for flagrado sem usar máscara em local público está sujeito a multa no valor de R$ 594,50. "Já está mais do que deliberado - se estiver sem máscara vai ser multado", disse. 


Conforme a Prefeitura de Sorocaba, até esta manhã de terça nenhuma autuação foi feita nesse sentido. 

 

Dependendo da situação, o cidadão sem máscara pode ser encaminhado até para a delegacia. "Se caracterizar crime, vai ser conduzido ao Plantão Policial por crime de desobediência", alegou Jaqueline. 

 

A prefeita demonstrou-se exaltada durante a entrevista ao comentar sobre a população permanentemente responsabilizar o Estado pela atual situação da pandemia. "A realidade é que o brasileiro precisa do chicote do Estado. A população tem de tomar medidas, tem de se responsabilizar, infelizmente o brasileiro não é disciplinado como o povo europeu, oriental", reclamou. 

 

Ainda, Jaqueline aproveitou para lamentar o caso do desembargador abordado em Santos por não utilizar o equipamento de proteção individual, que debochou da multa feita por Guardas Municipais. "Uma afronta, desrespeito, poderia ser desembargador, engenheiro, um servidor público. Ele precisa do chicote do Estado, e mesmo com o chicote ele afronta". 

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Gracyanne recebe elogio de Schwarzenegger pela boa forma e comemora

Rede de restaurantes tem oferta especial no Black Friday

Suspeitos de praticar roubos em saidinha de banco são presos em Sorocaba

Ativista social que ajudava vítimas de abusos de João de Deus se suicida

Preço da gasolina sobe pela 4ª semana e acumula alta de 3,5% em um mês

Linhas do transporte coletivo permanecem com interferências por conta da chuva