Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Mutirão BOS do Diabetes atende cerca de 700 pacientes

Postado em: 21/11/2018

Compartilhe esta notícia:

O Mutirão BOS do Diabetes atendeu gratuitamente cerca de 700 pacientes e recebeu em torno de mil pessoas na terça (20), das 7h às 14h, no Hospital Oftalmológico de Sorocaba, com a participação de 350 voluntários, aproximadamente. A iniciativa faz parte do movimento mundial de combate ao diabetes, também lembrado no Novembro Azul, para chamar a atenção sobre a importância da prevenção à doença.
O diabetes é considerado uma epidemia silenciosa pela Organização Mundial de Saúde (OMS), afetando mais de 425 milhões de pessoas no mundo, sendo um terço delas acima dos 60 anos. Dr. Arnaldo Bordon, médico oftalmologista e chefe do Departamento de Retina e Vítreo do Hospital Oftalmológico de Sorocaba, salienta que o diabetes é a principal causa de cegueira no mundo entre a população na faixa etária de 20 a 60 anos. “A constatação é alarmante, levando-se em conta a previsão da OMS de que o número de diabéticos aumente em quase 50% nas próximas duas décadas”, enfatizou.
O mutirão organizado pelo BOS (Banco de Olhos de Sorocaba) atuou na identificação precoce da doença e das retinopatias, alterações nos olhos provocadas pelo diabetes e que podem levar à cegueira. “A retinopatia diabética é uma doença de evolução silenciosa e gradativa. Normalmente, quando a pessoa percebe o comprometimento da visão, já está há muitos anos sofrendo com os prejuízos ocasionados. Nas fases finais, a cegueira torna-se irreversível, reforçando a necessidade de ações preventivas, como a que fizemos no mutirão”, alertou o especialista. Alguns casos identificados com alterações nos olhos já foram encaminhados, em seguida, para tratamento a laser e com ultrassom no próprio Hospital Oftalmológico de Sorocaba.
Além da análise de fundo de olho para diagnóstico das retinopatias, também aconteceram diversas outras atividades de saúde e cuidados com o bem-estar, conforme explicou Katia Campos, uma das responsáveis pelo evento. “Os pacientes foram entrevistados para preenchimento de questionário de saúde e encaminhamento para os testes de glicemia e de índice de massa corporal (IMC), aferição da pressão arterial, avaliação dos pés diabéticos, além de poder contar com orientação jurídica, nutricional, física e farmacêutica, receber corte de cabelo e massagem, as crianças puderam se divertir no espaço kids e houve, ainda, apresentação de coral e brincadeiras dos Super Palhaços”, elencou.
Carlos Alberto de Jesus, de 64 anos, foi o primeiro paciente a ser atendido no Mutirão BOS do Diabetes. “Cheguei bem antes do horário, com receio de perder as senhas disponíveis. Tenho pressão alta e outras doenças que trato com medicamentos e quero fazer os exames preventivos, para acompanhar como estou”, disse.
O mutirão foi uma realização dos parceiros: Comissão de Humanização do BOS, Academia BOS Fit, Associação de Diabetes de Sorocaba (ADS), Associação Sorocabana de Atividades para Deficientes Visuais (Asac), Conselho Regional de Farmácia do Estado de São Paulo – Seccional Sorocaba (CRF-SP), Eye Pharma – Farmácia de Oftalmologia, Instituto de Podologia e Saúde (PODS), Oxicenter e Stay Care, com apoio de Allergan, AstraZeneca, Elo, Grupo Escoteiro Vuturaty, SAAE Sorocaba e Urbes – Trânsito e Transportes.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Jaqueline assina convênios de programas habitacionais no Congresso de Municípios

MP pede revogação de decreto sobre aplicativos de transporte em Sorocaba

Papa: casos de abusos sexuais continuam ‘sendo uma fonte de dor e vergonha’

Moradores libertam cães que estavam amarrados e presos em sacolas plásticas

Abastecimento de água em bairros da Zona Oeste será interrompido nesta quinta-feira

Justiça adia julgamento de Crespo, deputado Carlos Cezar e vereadores de Sorocaba por improbidade