Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Mulheres também peidam!

Postado em: 01/11/2018

Compartilhe esta notícia:

Dia desses Divs número 1 estava assistindo um documentário muito interessante no Discovery a respeito de peidos. Sim, você leu corretamente: peidos. Foi feita uma experiência com homens e mulheres para ver quem peidava mais. E o resultado: deu empate, tanto homens quanto mulheres soltam uma média de 14 peidos por dia. Resultado surpreendente né? Temos a impressão que homens peidam muito mais. Por que? Descobriremos abaixo!

Em primeiro lugar você deve estar se perguntando do porque uma coluna de relacionamentos estar falando de um tema que não tá cheirando bem (não podia perder o trocadilho ahahah). Simplesmente porque isso chamou a atenção para um outro fato, que expomos a seguir.

Começando com uma pergunta, nós mulheres gostaríamos de entender que porque ainda somos consideradas por muitos como seres inatingíveis? Ou seja, somos lindas, plenas, sensuais o tempo todo. Estamos sempre arrumadas, cheirosas e prontas para noites de sexo selvagem com uma lingerie vermelha de renda e salto fino agulha. Enquanto os homens podem ser eles mesmos né? Colocar o chinelão, abrir o botão da calça para deixar a barriga mais espalhada, abrir a cerveja, se esparramar no sofá pra ver o futebol, soltando aquele arroto (também fedido) e ainda dizendo ahhhh.

Ahn mas homem é mais ogro, você deve estar pensando!

Então deixa a gente te contar uma coisa? Nós mulheres, somos seres humanos normais, que de inatingíveis não temos nada. Peidamos (e fedido), tiramos catoto do nariz e arrotamos. Claro que fazemos isso com muita classe e quando estamos no aconchego do nosso canto. Sem que ninguém nos veja. Porém, se o homem pode fazer isso na frente dela, qual o problema dela fazer isso na frente dele? Absolutamente nenhum!

Mas a sociedade – e principalmente as mulheres – tem que parar com essa cobrança de que somos bonecas. Bonecas não pensam meu amor, pense nisso.

Para dar um exemplo, conhecemos casos de mulheres que vivem em casamentos onde não podem usar calcinhas mais confortáveis, tem que estar sempre de fio dental à espera do seu maridão! Homens (e mulheres também!) acordem! Tem dias, principalmente naqueles dias, que o que mais queremos é colocar uma calcinha bege bem grandona bem ao estilo vovozinha com um pijamão confortável e pantufas.

Onde está escrito que devemos estar lindas e plenas todos os dias? Ou que temos que ser sensuais todo o tempo? Ou que devemos preservar nossa imagem e não podemos ser nós mesmos na hora que der vontade?

Não estamos falando que devemos andar desleixadas. Afinal, se arrumar é bom, faz bem pra auto estima e nos valoriza. Mas a partir do momento em que isso passa a ser uma obrigação para apenas agradar o outro, cuidado! Agrade você em primeiro lugar e use as roupas que quiser, corte o cabelo como der vontade e ande de sapatilha ao invés de salto se assim se sentir melhor!

Presta atenção: se o cara gosta de você de verdade, vai te achar linda quando você estiver maquiada e produzida no salto alto e vai te achar ainda mais maravilhosa quando estiver cheia de olheiras, descabelada e com cólica! E ainda vai te trazer um chocolate!

Por isso, se ame, se cuide, se dê o direito de ser quem você deseja ser! Afinal, o que importa é a pessoa maravilhosa que você é no seu interior, estando maquiada ou descabelada!

E quer um conselho ? Peide na frente dele, e bem fedido! Arrote! Tire catoto! Se mesmo assim ele continuar com você, é provável que te ame e te aceita do jeitinho que você é!

Até semana que vem!

Grande beijo,

DIVS

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Polícia apreende carro ‘recheado’ com 19 mil maços de cigarros contrabandeados

Região de Sorocaba tem novo caso suspeito de coronavírus

GCM impede furto em escola estadual do Parque São Bento

Urbes diz que transporte especial tem 121 pessoas na fila de espera e ônibus com 17 anos de uso

Santa Casa recebe autorização técnica e acelerador linear deve funcionar em breve

Responsável por cachorro queimado vivo é multado em R$ 14,5 mil