Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Ministra do STF nega recurso ao casal Nardoni para redução de pena

Postado em: 30/05/2019

Compartilhe esta notícia:

Fábio Pescarini, FOLHAPRESS

A ministra Cármen Lúcia, do STF (Supremo Tribunal Federal), negou nesta quarta-feira (29) um pedido de habeas corpus para redução de pena de Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá, condenados pela morte de Isabella Nardoni, em 2008 -a menina foi atirada de um apartamento na região de Santana (zona norte da capital).

Segundo o STF, o 2º Tribunal do Júri de Santana aplicou a pena de 31 anos de reclusão para Nardoni, pai da menina, e de 26 anos e 8 meses para a madrasta.

Ao julgar recurso da defesa, o Tribunal de Justiça do de São Paulo reduziu a pena do primeiro para 30 anos. O STJ (Superior Tribunal de Justiça), por sua vez, manteve o período de prisão.

A defesa recorreu ao STF, alegando “abusividade e desproporcionalidade” das penas, entre outros.

Segundo a ministra, o STF entende que “o habeas corpus não pode ser utilizado como sucedâneo de revisão criminal, salvo em caso de ilegalidade ou abuso pelo tribunal superior, o que não se verificou”.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Terror, drama e comédia estão entre as opções de filmes que entram em cartaz na região

Estudo mostra: quarentena decretada pelo Governo do Estado segura pico da pandemia e impede sobrecarga de leitos

Vereador afirma que empresa com 40 anos de existência tem alvará de funcionamento negado

Acusado de assassinar Rafaela tem nove passagens e estava no semiaberto

1ª Oficina de Turismo Rural de Sorocaba reúne empreendedores do setor na Uniten

Saae conclui recuperação em rede atingida duas vezes por obra do BRT na avenida Ipanema