Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Ministra do STF nega recurso ao casal Nardoni para redução de pena

Postado em: 30/05/2019

Compartilhe esta notícia:

Fábio Pescarini, FOLHAPRESS

A ministra Cármen Lúcia, do STF (Supremo Tribunal Federal), negou nesta quarta-feira (29) um pedido de habeas corpus para redução de pena de Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá, condenados pela morte de Isabella Nardoni, em 2008 -a menina foi atirada de um apartamento na região de Santana (zona norte da capital).

Segundo o STF, o 2º Tribunal do Júri de Santana aplicou a pena de 31 anos de reclusão para Nardoni, pai da menina, e de 26 anos e 8 meses para a madrasta.

Ao julgar recurso da defesa, o Tribunal de Justiça do de São Paulo reduziu a pena do primeiro para 30 anos. O STJ (Superior Tribunal de Justiça), por sua vez, manteve o período de prisão.

A defesa recorreu ao STF, alegando “abusividade e desproporcionalidade” das penas, entre outros.

Segundo a ministra, o STF entende que “o habeas corpus não pode ser utilizado como sucedâneo de revisão criminal, salvo em caso de ilegalidade ou abuso pelo tribunal superior, o que não se verificou”.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Candidatura de Lula é alvo de 16 contestações no Tribunal Superior Eleitoral

Homem que tentou fugir de presídio vestido de mulher é encontrado morto no Rio

Corpo de Boechat deve ser cremado em cerimônia reservada à família

Comissão processante que investiga Crespo define primeiros convocados

Doria vê viés político e anula R$ 143 mi em convênios assinados por França em SP

Receita: Waffles