Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Menor suspeito de ter participado de morte de mulher é apreendido

Postado em: 21/02/2019

Compartilhe esta notícia:

Um adolescente de 17 anos foi apreendido suspeito de ter participado da morte de uma mulher, no início do mês, em Sorocaba. Alexandra Pontes, de 38 anos, teria morrido após ser julgada pelo ‘tribunal do crime’. A apreensão ocorreu durante uma operação da Polícia Civil contra o tráfico de drogas, na cidade.

De acordo com informações da polícia, o menor foi detido no Jardim Ipiranga, Zona Oeste da cidade. Equipes do Garra cumpriram sete mandados de busca no bairro.

Os detidos foram encaminhados à Delegacia Seccional de Sorocaba. O caso segue em investigação.

O crime

Alexandra Pontes, de 38 anos, encontrada morta na tarde de quarta-feira (6) de fevereiro, em uma área verde, na Zona Oeste de Sorocaba. Ela teria sido assassinada após passar pelo ‘tribunal do crime’. Os suspeitos, dois adolescentes foram detidos e liberados por não estarem em situação de flagrante.

De acordo com informações da Polícia Civil, a vítima foi encontrada em uma área verde, na rua Francisco Ruiz, no Jardim Itanguá. Equipes da Polícia Militar (PM) foram acionadas para verificar um encontro de cadáver. No local, encontraram a vítima enterrada com vários hematomas e com marcas de tiros.

Durante diligências pelo bairro, os policiais foram informados que um dia antes, uma pessoa havia sido morta após passar pelo ‘tribunal do crime’, julgamento que criminosos fazem de atos contra os procedimentos das facções criminosas. Com informações dos responsáveis, a PM deu início às buscas e chegou até os suspeitos. Eles foram apreendidos e confessaram o crime. Em depoimento, disseram que a vítima tinha se apoderado de entorpecentes, no valor de R$ 10 mil, que eles haviam escondido.

A vítima foi levada até a área verde e morta com dois tiros. Um dos envolvidos confessou que agrediu a vítima ainda viva com vários socos e pauladas. Ambos foram encaminhados à Delegacia de Infância e Juventude e autuados por homicídio. Eles vão responder pelo crime em liberdade.

Por telefone, parentes da vítima informaram que ela era usuária de drogas e estava desparecida desde outubro do ano passado. Alexandra foi sepultada no Cemitério Municipal de Araçoiaba da Serra.

 

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Se houve grampo é uma desonestidade, diz Bolsonaro sobre áudio vazado sobre PSL

Após votar, Boulos diz confiar em 2º turno e que Bolsonaro ‘não tem moral nenhuma’

Relator da PEC dos gatilhos propõe redução de até dois vereadores por município

SP: só idosos acima de 65 anos passam a ter gratuidade em transportes

TRF-4 mantém condenação de Lula em 17 anos por sítio em Atibaia

Prefeitura implanta sexta casa para acolhimento de crianças e adolescentes