Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Menina que engasgou com jabuticaba em CEI morre em Sorocaba

Foto: Reprodução/Google Maps
Postado em: 17/11/2019

Compartilhe esta notícia:

A criança de um ano e cinco meses que foi internada após engasgar com uma jaboticaba em um Centro de Educação Infantil da cidade morreu na noite deste sábado (20). A menina estava internada no Gpaci e o velório ocorre na Ofebas, no bairro Santa Rosália. O enterro está previsto para 10 horas desta segunda-feira, no cemitério da Consolação.

A menina engasgou com um caroço de jabuticaba durante atividade pedagógica no Centro de Educação Infantil 98 (CEI Olinda Luz Marthe), localizada no Jardim Tropical, Zona Oeste de Sorocaba, em 6 de novembro. De acordo com informações da Secretaria de Educação (Sedu), ela estudava no período integral da unidade e o incidente ocorreu à tarde.  

A menina permaneceu sem oxigenação por cerca de 20 minutos e foi socorrrida por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), onde chegou a ser reanimada. Ela foi internada no Hospital Gpaci e, de acordo com o setor da Unidade de Terapia Intensiva Infantil (UTI), o estado de saúde dela era "considerado grave".

Conforme nota atualizada do Gpaci, a criança evoluiu para morte encefálica. O quadro foi diagnosticado e fechado no último sábado, atendendo a todos os protocolos médicos e legais. "Os pais optaram pela doação de órgãos da menor e a captação foi realizada no domingo, na própria unidade de saúde, pela equipe da Organização de Procura de Órgãos e Tecidos (OPO)". 

A Secretaria de Educação de Sorocaba, por meio de nota, lamenta e se solidariza com a família da criança, informando que tem dado todo o apoio necessário mediante a situação.

A prefeitura esclareceu que "o fato aconteceu na tarde do último dia 6, durante uma atividade pedagógica sobre o tema "Consciência negra", quando a turma do Berçário B teve contato com jabuticabas, visando experienciar a textura e o sabor da fruta que aparece na história apresentada aos estudantes no projeto. Durante a atividade a estudante, ao experimentar a jabuticaba, sofreu um engasgo com a fruta.

Imediatamente a unidade escolar acionou o SAMU e família. Uma das profissionais, que possui o curso técnico de enfermagem, assumiu o controle da situação até a chegada do resgate, o que aconteceu cerca de 20 minutos após. Assim que assumiu o controle da situação, o SAMU encaminhou a criança até o Hospital GPACI para internação na UTI, onde recebeu todo o atendimento necessário.

 No que tange à capacitação em noções básicas de primeiros socorros dos seus profissionais, a Sedu reconhece a importância da Lei nº 13.722, de 04 de outubro de 2018, e busca conceber um processo sólido para execução da mesma, tendo, inclusive, iniciado o processo para tal junto à Secretaria de Negócios Jurídicos para ciência e garantia dos aspectos legais de tal implementação. Este trabalho teve início em agosto, diante da nova gestão na Secretaria da Educação e só aguarda os trâmites legais.

 A Rede Municipal de Ensino conta com aproximadamente 160 unidades escolares e 3 mil profissionais da educação, por isso, a SEDU estuda a melhor maneira de cumprir o disposto legal.

Informa, ainda, que não tem condições de fornecer outras informações de cunho médico ou familiar".

 

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Motorista de caminhão é socorrido após colidir em muro de casa

Vereador afirma à polícia que Crespo triplicou decretos no orçamento de 2017

Ação solidária beneficiará associação de proteção de animais no sábado

Na primeira assembleia, motoristas aceitam aumento de 5,83%

Doria mexe em vespeiro ao vir a Sorocaba e criticar gestão de Santas Casas

Governador João Dória é contra a ideia de excluir servidores estaduais da reforma da Previdência