Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

MC e equipe são detidos por usar uniforme da Polícia Civil e réplicas de fuzil em produção de videoclipe

Postado em: 12/11/2019

Compartilhe esta notícia:

Um artista MC e uma equipe de produção de vídeoclipes foi encaminhada à delegacia, em Votorantim, após o grupo ser flagrado utilizando, de forma proibida, camisetas que imitavam logotipo da Polícia Civil e armas réplicas de fuzil. 

O boletim de ocorrência a respeito do caso foi registrado no domingo (10). Cinco envolvidos foram flagrados nesta data, durante a tarde, em uma rua da Vila Amorim e, assim que abordados pelos policiais, cometeram desacato. 

Segundo o B.O, a Polícia Militar foi acionada para averiguar atitude suspeita que indicava vários rapazes exibindo armas longas aparentando ser fuzis e as apontando para populares. A PM foi ao local com apoio de mais viaturas e localizou o veículo informado na denúncia, modelo VW/Gol. Chegando lá, flagrou dois deles utilizando camisetas com escrita "policia civil [sic]". Durante abordagem, um deles desacatou os PMs ao dizer "seus policiais merda, vocês vão não vão levar ninguém". 

Todos foram conduzidos à delegacia e uma motocicleta, adulterada com fita adesiva, apreendida. Um dos detidos informou ser o produtor do vídeoclipe do MC em questão e que estava trabalhando para o artista. Na gravação, seriam utilizadas as réplicas de arma de fogo e camisetas com o logotipo da Polícia Civil. Ele alegou não saber ser proibido o uso do material. O profissional apresentou as notas fiscais da compra das armas modelo Air Soft utilizadas na filmagem e elas foram liberadas a ele.  

Já o MC afirmou não saber que era necessária a permissão da prefeitura para a gravação do material e nem que era proibido o uso de réplica de armas. 


Após prestar depoimento à polícia os cinco foram liberados. 

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

“Não vai ser uma gripezinha que vai me derrubar”, diz Bolsonaro sobre Coronavírus

Chuva dá prejuízo de mais de R$ 5 milhões a donos de carros importados em SP

Prefeitura testa pagamento de tarifa de ônibus com cartão de crédito e débito

Professores podem fazer greve em todo país contra reforma da Previdência

Urbes recebe mais de 1,5 mil denúncias de infrações de trânsito pelo WhatsApp

Trump oferece ajuda ao Brasil para impedir queimadas