Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Mais de 900 animais foram castrados em Sorocaba no primeiro bimestre de 2020

Agência Sorocaba
Postado em: 07/03/2020

Compartilhe esta notícia:

A Prefeitura de Sorocaba, por meio da Secretaria do Meio Ambiente e Sustentabilidade (Sema), realizará neste primeiro semestre mais três etapas do Mutirão de Castração de cães e gatos. As regiões beneficiadas serão Parque São Bento (abril), Carandá (maio) e Vitória Régia (junho).

Promovida pela Seção de Proteção e Bem-Estar Animal da Sema, a iniciativa visa reduzir a população de animais abandonados e prevenir doenças, assim como promover a melhoria da qualidade de vida dos animais domésticos. Segundo dados estatísticos de 2013, Sorocaba tem mais de 200 mil cães e gatos.

Na região do Parque São Bento, a inscrição ocorrerá de 1º a 3 de abril e as cirurgias nos dias 6 e 7 do mesmo mês. Na região do Carandá, os moradores poderão se cadastrar para o mutirão nos dias 29 e 30 de abril na UBS do bairro e as cirurgias ocorrerão nos dias 4 e 5 de maio. Já na região do Vitória Régia, a inscrição deverá ser feita nos dias 29 e 30 de maio e as cirurgias nos dias 1º e 2 de junho na E.M “Profª Norma Justa Dall’Ara”.

906 animais castrados

Em janeiro e fevereiro deste ano, 906 cães e gatos foram castrados no mutirão, que já atendeu moradores dos bairros Lopes de Oliveira, Jardim Betânia, Jardim Califórnia, Vila Helena, Jardim Itapuã, Jardim Luciana Maria, Jardim Marcelo Augusto, Jardim Monterrey, Jardim Rodrigo, Jardim Santa Helena, Jardim Sol Nascente, Quintais do Imperador, Jardim Tropical, Jardim Montreal e Jardim Santa Bárbara.

Neste mês de março, ação beneficiará animais de moradores dos bairros Ana Paula Eleutério (Habiteto), Herbert de Souza, Itavuvu, Jd. Santa Esmeralda, Jd. dos Eucaliptos, Jd. Renascer e Jd. Santa Madre Paulina. As inscrições encerraram nesta sexta-feira (6) e as cirurgias ocorrerão nos dias 11 e 12 de março no Território Jovem e no estacionamento da UBS Dr. Victor Pedroso.

Por que castrar?

A castração, além de ser o método mais garantido para o controle populacional de animais domésticos, também diminui a probabilidade de doenças, como tumor de mama, tumor de próstata, além de doenças infectocontagiosas.

Já a identificação por microchip permite a responsabilização, a possibilidade de devolução de animais perdidos ou abandonados, contribuindo para o bem-estar dos animais e da população, além de diminuir o risco de transmissão de doenças e agravos de saúde. O microchip ainda vai possibilitar a formação de um banco de dados para futuramente nortear as políticas públicas ligadas ao bem-estar animal em Sorocaba. Mais informações podem ser obtidas de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, pelo telefone (15) 3202.8006.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Violência atinge mais mulheres que trabalham fora, mostra estudo

Câmara arquiva decreto que reduz tarifa da Urbes; vereador quer apurar ‘leis ilegais’

Carla Zambelli se afasta da Câmara dos Deputados por gravidez

Cabral Multimarcas inaugura sétima loja neste sábado em Sorocaba

Transporte Coletivo em Sorocaba pode parar nesta quinta-feira; empresas não pagaram o vale

Prefeitura recebe inscrição de entidades interessadas em organizar a Festa Junina