Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Mais 11 lotes de cerveja Backer estão contaminados, informa ministério

Postado em: 19/01/2020

Compartilhe esta notícia:

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) divulgou no início da noite deste sábado (18), os resultados de análises que detectaram a presença do contaminante dietilenoglicol em mais 11 lotes de cervejas Backer.

Até o momento, dez produtos da Cervejaria Backer testaram positivo para as substâncias tóxicas: Belorizontina, Capixaba, Capitão Senra, Pele Vermelha, Fargo 46, Backer Pilsen, Brown, Backer D2, Corleone e Backer Trigo. Até o momento, as análises realizadas pelos laboratórios federais de Defesa Agropecuária constataram 32 lotes contaminados.

Diante do risco iminente à saúde pública, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) determinou no sábado (17) a interdição de todas as marcas de cerveja Backer com data de validade igual ou posterior a agosto de 2020.

O Mapa também definiu, com a Secretaria Nacional do Consumidor (Senacom) do Ministério da Justiça e Segurança Pública, os procedimentos para intimar a empresa a fazer recall dos produtos em que já foi constatada a contaminação, bem como dos produtos que ainda não tiveram a idoneidade e segurança para o consumo comprovadas para o consumidor. A medida é preventiva e vale para todo o Brasil. (Agência Brasil)

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Casos de dengue em Sorocaba sobem para 631; doença está mais concentrada na ZN

Munícipe registra BO contra Crespo após inauguração de base da GCM em praça

Romu detém homem com quase 1.500 porções de drogas no Jardim Brasilândia

Corpo de Heloá será sepultado neste sábado em Piedade

Prefeitura divulga cronograma de tapa-buracos desta semana; veja bairros

Polícia Civil cumpre mandados de busca e apreensão em endereços do ex-prefeito José Crespo