Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Mãe de garota que caiu de prédio deve prestar depoimento à polícia nesta sexta

Postado em: 08/02/2019

Compartilhe esta notícia:

A mãe da garota de 8 anos que caiu do 4º andar de um prédio acredita que a garota não cortou a tela de proteção para se jogar do apartamento em que mora, em Sorocaba. O boletim de ocorrência sobre o fato foi registrado pela Polícia Civil como queda acidental.

O depoimento da mãe biológica da criança, Tatiane Souza Silva, é aguardado ainda nesta sexta-feira (8). O caso está no 2º Distrito Policial.

A menina, Maria Eliza Silva, foi socorrida e encaminhada ao Conjunto Hospitalar de Sorocaba com fraturas no fêmur e trauma no crânio. Até o início desta manhã de sexta ela continuava internada na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) em estado estável aguardando por cirurgia.

À Polícia Militar, a madrasta da criança, Rebeca de Jesus Silva, chegou a relatar que a própria menina teria cortado a rede de proteção da sacada do apartamento e se jogado. Uma tesoura foi encontrada no sofá pela perícia.  Em primeiro momento, os peritos entendem o fato como acidente.

A veículos de comunicação, nesta noite de quinta-feira (7), Tatiana disse que mora em São Paulo, teria dito que a filha estava com ela na capital e não queria voltar para Sorocaba. Ela também acredita que a criança não teria força para cortar a rede de proteção. Além disso, pontuou que a menina teria medo de altura. M.E.S caiu da sacada do quarto andar, de uma altura de 15 metros. A mãe buscou não culpar ninguém sobre a situação e espera posicionamento da polícia.

No boletim de ocorrência, Rebeca alegou que ela ficou com a mãe durante dois meses na capital e voltou “mais quieta” para Sorocaba. Ela relatou ter saído do apartamento por volta das 3h50 do apartamento para levar seu marido, o pai da criança, Eduardo José Silva, ao trabalho, e deixou Maria Eliza sozinha e dormindo. Quando retornou ao condomínio, o residencial Arco Íris, próximo das 4h10, teria se deparado “com a menina no chão, chorando e pedindo socorro”.

O caso de a menina ter sido deixado sozinha durante a saída de seus responsáveis (madrasta e pai) foi registrado no boletim como abandono de incapaz, pois a criança sofreu queda que resultou nas graves lesões.

Câmeras de monitoramento

Imagens das câmeras de segurança do prédio onde a criança, de 8 anos, caiu do quarto andar, podem ajudar nas investigações. O acidente ocorreu na madrugada desta quinta-feira (7), em um condomínio na Zona Leste de Sorocaba.

Nas imagens, é possível ver que por volta das 4h, a madrasta da criança, Rebeca, e o pai, Eduardo, entram no elevador. Minutos depois, em outras imagens, a madrasta aparece desesperada, sozinha, falando ao celular.

Vizinha diz ter ouvido “choros e gritaria”

A reportagem do Ipa Online apurou que uma vizinha moradora próximo ao apartamento que uma menina de 8 anos caiu, ouviu choros e gritarias durante a madrugada.

Segundo o relato, a moradora disse não ter conseguido dormir por conta dos choros e gritos que vinham aparentemente do imóvel que mora a criança. O síndico do prédio, Roberto Morelli, informou ter sido acordado e avisado pela portaria que a menina havia caído.

width=1280
Polícia Militar no prédio durante esta manhã de quinta-feira / Foto: Cristiane Carvalho

O caso

Maria Eliza Silva, 8 anos, foi socorrida em estado grave após cair do 4º andar de um prédio, no bairro Parque Três Meninos, em Sorocaba. De acordo com o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) que realizou o resgate, o caso ocorreu durante a madrugada desta quinta-feira (7).

A Polícia Militar informou ter sido acionada para atender a ocorrência, por volta das 4h20, no Residencial Arco Iris. Segundo a madrasta da vítima, ela teria saído para levar o marido, no caso o pai da criança, ao trabalho e, quando retornou, após 10 minutos, viu a criança já no chão, caída do lado de fora. Segundo a mulher, a própria menina teria cortado a tela de proteção e se jogado. Uma tesoura foi encontrada no sofá do apartamento.

width=1280
Viatura da perícia no prédio onde caso ocorreu / Foto: Cristiane Carvalho

O casal é inquilino no prédio e mora no local desde novembro do ano passado, de acordo com o síndico do condomínio, Roberto Morelli. O síndico também informou ter sido avisado na portaria que a menina havia caído. Uma vizinha que mora próximo ao apartamento onde mora a vítima relatou não ter conseguido dormir durante a madrugada por conta de “uma gritaria e choros de criança”.

O Samu atendeu o caso por volta das 4h30. O prédio fica na rua João Delgado Hidalgo. O Um caminhão do Corpo de Bombeiros também foi ao local. A garota foi socorrida com fraturas nos membros inferiores e traumatismo craniano. Ela foi encaminhada ao Hospital Regional e o estado de saúde dela é grave.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Mourão defende isolamento social e diz que Bolsonaro não se expressou bem

Defesa Civil de Sorocaba atende dezenas de casos após chuva de 67mm

Em estado de emergência, Prefeitura de Sorocaba aplica sistema de rodízio no abastecimento de água na cidade

Mutirão contra a dengue remove mais de uma tonelada de criadouros

Zoológico de Sorocaba abriga primata idosa com diabetes

Haddad ignora decisão do TSE e diz que ex-presidente Lula é candidato