Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Macaco vira atração na Zona Norte de Sorocaba; moradores solicitam ajuda

Postado em: 01/02/2019

Compartilhe esta notícia:

Mais uma vez o macaco da espécie bugio virou atração na Zona Norte de Sorocaba, causando preocupação entre os moradores. O animal, que já chamou a atenção na Vila Angélica, apareceu na tarde desta sexta-feira (1) passeando pelas ruas e pulando pelos telhados dos imóveis, no bairro Nova Sorocaba. Os moradores cobram uma solução e já acionaram até o Corpo de Bombeiros, que não conseguiu capturar o animal.

De acordo com a comerciante Rosilda Vicentini, o animal aparenta ser manso, mas os moradores estão assustados. “Não sabemos qual vai ser a reação dele. O ideal é que ele seja capturado e levado para algum parque”, afirmou.

Ainda de acordo com a comerciante, depois de passar pela rua José Gabrioti, o macaco entrou numa residência, subiu na árvore e ficou por lá. Até o fechamento dessa matéria, ele não havia saído do local.

Preocupada, a moradora disse que ele corre o risco de ser atropelado. “Ele anda pelos telhados da casa, desce e atravessa as ruas. Logo, pode ser atropelado”, alertou.

width=774

Por telefone, a Prefeitura de Sorocaba informou que “os responsáveis pela captura do animal seriam o Corpo de Bombeiros ou a Polícia Ambiental” .

Equipes do Corpo de Bombeiros estiveram no local, mas não tiveram sucesso na captura. “Por duas vezes fomos até o bairro, mas quando a equipe se aproximou o animal fugiu para uma área de mata fechada”, informou um oficial do Corpo de Bombeiros.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Justiça manda ex-sócios da Boate Kiss ressarcirem INSS em R$ 93 mil

Irmãos morrem em acidente de moto na Raposo Tavares; Motorista de carro teria feito conversão perigosa

Denúncia feita por WhatsApp ajuda Polícia Civil a prender traficante na Zona Norte de Sorocaba

Urbes monta esquema de transporte para atender estudantes que farão o Enem

Ônibus que atendem a Zona Norte estão sendo escoltados pela GCM na manhã desta 2ª feira; veja vídeo

Quarentena deve impulsionar modelo híbrido nas escolas