Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Lula pede à Justiça adiamento de interrogatório para visitar papa Francisco

Postado em: 05/02/2020

Compartilhe esta notícia:

 

Wálter Nunes, FOLHAPRESS


A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pediu à Justiça para adiar um interrogatório marcado para este mês com a justificativa de que o petista pretende viajar ao Vaticano para se encontrar com o papa Francisco. 


Lula tem depoimento marcado na Justiça Federal de Brasília no dia 11 de fevereiro, na Operação Zelotes, em que ele é investigado por suspeita de participar de uma suposta venda de uma medida provisória que teria atendido a interesses de empresas do setor automobilístico. 


O ex-presidente sempre negou qualquer participação em esquema criminoso. O pedido para adiamento do interrogatório foi feito ao juiz federal Vallisney de Oliveira, da 10ª Vara Criminal Federal de Brasília.


Segundo a defesa de Lula, a viagem dele ao Vaticano está agendada para o dia 12 deste mês, um dia após a data do depoimento na Justiça Federal, o que poderia trazer dificuldades logísticas nos deslocamentos. 


Os advogados dizem ainda que, no dia 13, o ex-presidente vai se encontrar com o papa Francisco, com quem tem audiência agendada. A volta do petista para o Brasil está agendada para o dia 15 de fevereiro, segundo eles. 


A defesa de Lula pede que seja adiado o interrogatório e afirma que, "conforme se procedeu durante todo o tramitar do feito, o peticionário declara que não deixará de comparecer a nenhum ato judicial para o qual sua presença seja obrigatória".

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Casos de coronavírus em crianças até 9 anos sobem 50 vezes em SP no último mês

Saae conclui obras na rede de água das regiões Oeste e Industrial

Inglaterra retoma lockdown após casos de covid-19 passarem de 1 milhão

População vai pagar a conta do reajuste do STF, diz Bolsonaro

Moro é proibido de advogar por 6 meses e segue com salário de ministro

Decreto assinado por Bolsonaro dá direito a porte de arma a políticos e jornalistas